Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Crédito Agrícola lança emissão de 200 milhões de dívida sénior

A Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo lançou uma emissão de dívida de 200 milhões de euros a quatro anos no mercado internacional sob a forma de títulos representativos de dívida sénior preferencial ligados à sustentabilidade social, foi hoje anunciado.

Crédito Agrícola lança emissão de 200 milhões de dívida sénior
Notícias ao Minuto

13:43 - 28/06/23 por Lusa

Economia Crédito Agrícola

Num comunicado hoje divulgado, o grupo Crédito Agrícola, que inclui a Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, informa que a emissão se realizou em 27 de junho, com opção de reembolso antecipado no final do terceiro ano e um preço de emissão de 99,681%, com uma taxa de cupão anual de 8,375% nos primeiros três anos, e remunerada posteriormente à taxa Euribor 3M, acrescida de uma margem de 4,974%.

A liquidação da emissão ocorrerá em 04 de julho de 2023 e a Moody's Investor Services atribuiu um 'rating' de "Ba1" a esta emissão, precisa o grupo.

"Após o 'roadshow' [apresentação] realizado entre 23 e 26 de junho, a colocação da emissão ocorreu com sucesso, com o interesse de mais de 40 investidores institucionais, dos quais 52% gestoras de fundos de investimento e 30% instituições bancárias", adianta o comunicado.

Em termos de distribuição geográfica, 55% do investimento foi proveniente da Ibéria, e 41% dos restantes países da UE e do Reino Unido, adianta.

"Tendo por base as contas revistas de 31 de março de 2023, esta emissão de dívida social sénior preferencial permitiria ao Grupo Crédito Agrícola cumprir o requisito vinculativo de MREL TREA + CBR de 25,28% que vigorará a partir de 01 de janeiro de 2024", refere ainda o grupo.

"Estando os valores cooperativos e de Sustentabilidade patentes de forma muito relevante no ADN do Grupo Crédito Agrícola, esta emissão destina-se a financiar e/ou refinanciar Ativos Sociais Elegíveis, no âmbito do 'Framework' de Obrigações de Sustentabilidade", afirma.

O grupo considera ainda que "a conclusão da presente emissão de dívida espelha o reconhecimento, por parte do mercado, da rentabilidade, solidez, liquidez e resiliência do Grupo Crédito Agrícola, a par do seu compromisso no apoio e financiamento sustentável da economia portuguesa e na promoção do desenvolvimento socioeconómico das comunidades locais".

Leia Também: Universidade de Coimbra estuda recuperação de materiais eletrónicos

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório