Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 24º

Número de funcionários públicos reformados sobe para 16.937 em 2022

O número de novos reformados da Caixa Geral de Aposentações (CGA) voltou a aumentar em 2022, totalizando 16.937 saídas da função pública, subindo 5% face a 2021.

Número de funcionários públicos reformados sobe para 16.937 em 2022
Notícias ao Minuto

19:19 - 06/02/23 por Lusa

Economia Reformas

Estes dados constam da síntese da execução orçamental para a totalidade do ano de 2022, recentemente divulgada pela Direção-Geral do Orçamento (DGO) e incluem quer as aposentações por velhice quer as de invalidez.

O número de funcionários públicos que se reformou por velhice ao longo de 2022 ascendeu a 15.989, enquanto as de velhice somaram 948.

O número anual de novas reformas pagas pela CGA tem oscilado nos últimos anos (depois de um mínimo de 8.727 novas saídas em 2016), sendo o total de 2022 o mais elevado desde 2014, segundo revelam os mesmos dados.

Já o valor médio das novas pensões atribuídas em 2022 deverá subir e aproximar-se dos 1.500 euros, tendo em conta os valores médios das novas pensões atribuídas mensalmente ao longo do ano passado, valor que, a confirmar-se, será o maior desde que o euro substituiu o escudo.

Recorde-se que o valor médio das pensões atribuídas está diretamente relacionado com a tipologia de carreiras dos funcionários públicos que se aposentam em cada ano e também com a longevidade da carreira contributiva - já que as saídas antecipadas ditam cortes e consequentemente valores de pensão mais baixos do que os que resultariam de uma carreira 'completa'.

No último mês do ano passado, a CGA contabilizava um total de 417.828 reformas por velhice e outros motivos a que se somavam 65.110 reformas por invalidez. Na mesma data, o número de subscritores era de 386.216 (contra 402.099 um ano antes).

Recorde-se que desde 01 de janeiro de 2006 que a Caixa Geral de Aposentações deixou de receber novos subscritores, por se ter tornado um regime fechado, com os funcionários públicos admitidos após aquela data a serem inscritos na Segurança Social.

Em 2022 a idade legal de acesso à reforma foi de 66 anos e sete meses, mas em 2023 é de 66 anos e quatro meses.

A idade normal de acesso à pensão de velhice varia em função da esperança média de vida aos 65 anos de idade, indicador publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), sendo o recuo inédito registado em 2023 explicado pela elevada taxa de mortalidade entre as pessoas mais idosas durante a pandemia de covid-19.

Este efeito da pandemia far-se-á ainda sentir em 2024 e explica a manutenção, nesse ano, na idade de acesso à reforma sem penalizações, face a 2023.

Leia Também: SNQTB confiante que reformados bancários terão direito à meia pensão

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório