Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

Bolsas europeias em alta após discurso do presidente da Fed

As principais bolsas europeias estavam hoje em alta refletindo o ligeiro recuo na taxa de inflação preliminar da zona euro e uma possível desaceleração no aumento das taxas de juro nos EUA sinalizada pelo presidente da Fed.

Bolsas europeias em alta após discurso do presidente da Fed
Notícias ao Minuto

09:54 - 01/12/22 por Lusa

Economia Bolsas

Pelas 08h50 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a avançar 0,68% para 443,02 pontos.

As bolsas de Frankfurt, Madrid e Paris subiam 0,50%, 0,35% e 0,18%, respetivamente, e também a de Milão, que se valorizava 0,37%.

Com uma valorização menos expressiva, Londres subia 0,06%.

Depois de abrir a subir, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência e às 09:05 horas o principal índice, o PSI, avançava 0,76% para 5.907,17 pontos.

Antes da abertura na Europa, na Ásia, as bolsas estavam a registar ganhos, com os investidores ainda atentos ao evoluir da situação do coronavírus na China.

Na zona euro, a inflação caiu para 10% em novembro, sendo que em outubro estava nos 10,6%. Este é o primeiro recuo desde junho de 2021.

Esta quarta-feira, o presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Jerome Powell, considerou ser provável que o aumento das taxas de juro possa desacelerar já em dezembro, confirmando a expectativa de uma moderação do ritmo de subidas das taxas de juro na próxima reunião de 14 de dezembro

"O momento de abrandar o ritmo das subidas das taxas de juro pode chegar já na reunião de dezembro", assinalou Jerome Powell, ressalvando, contudo, que o valor permanecerá alto para combater a inflação.

As palavras de Powell foram recebidas com ganhos significativos no mercado em Wall Street, onde o índice Dow Jones, seu principal indicador, ganhou 2,18%, enquanto o tecnológico Nasdaq valorizou mais de 4%.

Os investidores aguardam hoje a divulgação de vários dados macroeconómicos na Europa e nos Estados Unidos, onde também serão divulgados dados sobre o índice de preços de consumo pessoal, a principal referência da Fed no âmbito da inflação, como referem os analistas do Bankinter, citados pela Efe.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,04 dólares, contra 1,0353 dólares na quarta-feira.

O euro está a cotar-se acima da paridade face ao dólar desde 07 de novembro, depois de ter estado abaixo da paridade desde 20 de setembro, com exceção para o dia 26 de outubro (1,0076 dólares).

O barril de petróleo Brent caiu 0,52% para 86,5 dólares.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a subir 0,54%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório