Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Indicador diário revela "abrandamento" da economia no 3.º trimestre

Evolução do indicador diário aponta para um "abrandamento da atividade económica ao longo do terceiro trimestre de 2022, sobretudo a partir de agosto".

Indicador diário revela "abrandamento" da economia no 3.º trimestre
Notícias ao Minuto

11:23 - 30/09/22 por Notícias ao Minuto

Economia atividade económica

O indicador diário de atividade económica (DEI) tem sinalizado um abrandamento da atividade ao longo do terceiro trimestre de 2022, de acordo com a mais recente edição da análise 'Economia numa imagem', publicada pelo Banco de Portugal (BdP). 

"Apesar de na sua génese ter sido desenvolvido para acompanhar a evolução da atividade económica em Portugal durante a pandemia, com destaque para os períodos de confinamento, o DEI tem-se mostrado um instrumento útil para monitorizar a economia portuguesa no pós-pandemia. Em particular, a evolução recente do DEI aponta para um abrandamento da atividade económica ao longo do terceiro trimestre de 2022, sobretudo a partir de agosto", pode ler-se no site do BdP. 

Esta análise, explica o supervisor da banca, foi preparada por Nuno Lourenço e António Rua. O BdP sublinha, contudo, que "as análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema".

Notícias ao Minuto Evolução do DEI aponta para um abrandamento da atividade ao longo do terceiro trimestre© Reprodução do site do Banco de Portugal

O DEI, recorde-se, é um indicador lançado pelo BdP para identificar "mais facilmente" alterações abruptas na atividade económica, mas não constitui uma previsão oficial do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

Divulgado semanalmente à quinta-feira, com informação até ao domingo precedente, o DEI cobre diversas dimensões correlacionadas com a atividade económica em Portugal, sumariando a informação das seguintes variáveis diárias: tráfego rodoviário de veículos comerciais pesados nas autoestradas, consumo de eletricidade e de gás natural, carga e correio desembarcados nos aeroportos nacionais e compras efetuadas com cartões em Portugal por residentes e não residentes.

Conforme explica o BdP, a utilização deste tipo de dados de alta frequência "intensificou-se na sequência da crise desencadeada pela pandemia de Covid-19", já que, dado o "curto desfasamento" da sua divulgação face ao período de referência, permitem "identificar atempadamente alterações bruscas na atividade económica".

O DEI é normalizado de tal forma que a sua média trimestral tenha a mesma média e desvio-padrão da taxa de variação homóloga trimestral do PIB nos últimos anos e, para além do indicador diário, também se apresenta a média móvel centrada de sete dias numa frequência diária por forma a mitigar alguma irregularidade presente nas séries diárias.

Uma vez que a evolução recente do DEI se encontra "fortemente influenciada por efeitos base decorrentes dos eventos verificados durante 2020, o que afeta de forma significativa a evolução homóloga da atividade em 2021", o banco central divulga também a evolução da taxa bienal, de forma a mitigar a influência destes efeitos base acumulando a variação, em dias homólogos, para um período de dois anos.

Leia Também: Deputados esperam que alterações ao Regimento sejam votadas 21 de outubro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório