Meteorologia

  • 03 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 30º

Farfetch passa de prejuízo em 2020 a lucro de 1.315 milhões em 2021

A plataforma 'online' de venda de moda de luxo Farfetch obteve um lucro de 1.470 milhões de dólares (1.315 milhões de euros), recuperando do prejuízo de 3.315 milhões de dólares (2.965 milhões de euros) de 2020, anunciou a empresa.

Farfetch passa de prejuízo em 2020 a lucro de 1.315 milhões em 2021
Notícias ao Minuto

12:01 - 25/02/22 por Lusa

Economia Farfetch

Segundo os resultados financeiros divulgados na quinta-feira à noite, em comunicado, no ano passado as receitas aumentaram 35%, para 2.256 milhões de dólares (cerca de 2.018 milhões de euros), e o EBITDA (resultado ajustado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) foi positivo em 1,64 milhões de dólares (cerca de 1,47 milhões de euros), em comparação com perdas de 47,4 milhões de dólares (mais de 42 milhões de euros) em 2020.

A margem EBITDA foi de 0,1% (-3,2% em 2020).

No quarto trimestre de 2021, a Farfetch registou um resultado líquido de 96,89 milhões de dólares (86,73 milhões de euros), que compara com um prejuízo de quase 2.264 milhões de dólares (2.027 milhões de euros) no período homólogo.

As receitas somaram 665,7 milhões de dólares (595,9 milhões de euros) de outubro a dezembro, mais 23% do que no terceiro trimestre de 2020.

Em 2021, o valor das mercadorias (GMV, do inglês 'Gross Merchandise Value') à venda na plataforma atingiu os 4.229 milhões de dólares (3.784 milhões de euros), um crescimento de 32,7% face a 2020.

Citado no comunicado, o fundador, presidente e presidente executivo (CEO) da Farfetch considera que "os resultados do quarto trimestre claramente demonstram o forte impulso por trás da plataforma".

"Saímos do ano tendo, mais uma vez, entregado 'market share' e capturado crescimento do GMV [valor total dos bens vendidos, do inglês 'Gross Merchandise Value'], no nosso primeiro ano com EBITDA ajustado positivo. Isto posiciona a Farfetch para um incrível 2022, focado em continuar a liderar a indústria da moda de luxo 'online', em crescer mais depressa que os concorrentes e em aumentar a rentabilidade", afirma o português José Neves.

Segundo salienta o CEO, "a acelerada digitalização da indústria de luxo potencia a oportunidade de alavancar as capacidades únicas da plataforma da Farfetch, reforçando a capacidade de capturar quota de mercado e aumentar a rentabilidade".

Leia Também: Estudo: Seis em dez adultos não aguenta mais de um dia sem telemóvel

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório