Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

PSI20 mantém tendência de abertura e segue em queda

A bolsa de Lisboa seguia em queda, a manter a tendência da abertura, com a "família" EDP a pressionar as negociações e alinhada com as principais congéneres europeias.

PSI20 mantém tendência de abertura e segue em queda
Notícias ao Minuto

10:13 - 07/09/21 por Lusa

Economia PSI20

Na segunda-feira, o principal índice da bolsa de Lisboa, o PSI20, encerrou com uma descida de 0,18% para 5.478,27 pontos, em contraciclo com as bolsas europeias.

Hoje, pelas 09:30, o PSI20 seguia em queda de 0,47% para 5.452,76 pontos, com 12 ações em baixa, cinco em alta e uma inalterada.

A EDP Renováveis e a EDP seguiam em queda de 1,48% para 22,60 euros e 1,44% para 4,72 euros, respetivamente.

A EDP fez na segunda-feira uma emissão de obrigações subordinadas 'verdes', dedicadas ao investimento em energias renováveis, que atingiu os 1.250 milhões de euros, segundo foi comunicado pela empresa ao mercado.

A Jerónimo Martins, por sua vez, recuava 0,36% para 18,15 euros e as ações da Galp desciam 0,31% para 8,49 euros.

A Sonae recuava 0,05% para 0,92 euros, depois da Sonae Food4Future, subsidiária da Sonae SGPS, ter anunciado na segunda-feira após o fecho do mercado que concluiu a aquisição de 95,4% do capital social e direitos de voto da Claybell Limited por 75 milhões de euros.

Do lado dos ganhos, as ações que mais subiam eram as dos CTT e da Corticeira Amorim, que avançavam 0,53% e 0,50% para 4,72 euros e 12 euros, respetivamente.

Os títulos do BCP negociavam também em alta de 0,45% para 0,13 euros.

As bolsas europeias seguiam hoje em baixa, com os investidores a manterem-se na expectativa da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) desta semana.

Esta semana, os investidores estão de olhos postos na reunião de política macroeconómica do Banco Central Europeu (BCE) de quinta-feira, na expectativa de que a presidente Christine Lagarde, nas declarações posteriores à reunião, dê indicações sobre o prazo previsto para a retirada dos estímulos monetários dos programas de compra de ativos de dívida.

Neste encontro do BCE deverão também ser dadas as novas projeções macroeconómicas para a zona euro.

Hoje, os investidores aguardam também pela publicação dos resultados relativos aos inquéritos de expectativas económicas do inquérito ZEW.

Os preços do petróleo estão a subir depois de dois dias consecutivos em queda e após a China ter divulgado uma subida nas exportações, dando sinais positivos sobre o consumo externo de produtos de energia.

O Brent, de referência na Europa, seguia a subir 0,5% para os 72,60 dólares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório