Meteorologia

  • 25 JULHO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Endividamento da economia sobe para 757,5 mil milhões até maio

Relativamente a abril de 2021, o endividamento do setor não financeiro aumentou 4,0 mil milhões de euros.

Endividamento da economia sobe para 757,5 mil milhões até maio

Em maio de 2021, o endividamento do setor não financeiro situou-se em 757,5 mil milhões de euros, dos quais 346,4 mil milhões de euros respeitavam ao setor público e 411,1 mil milhões de euros ao setor privado, divulgou o Banco de Portugal (BdP), esta quarta-feira. 

Relativamente a abril de 2021, o endividamento do setor não financeiro aumentou 4,0 mil milhões de euros.

"Esta subida deveu-se aos aumentos de 2,5 mil milhões de euros do endividamento do setor público e de 1,5 mil milhões de euros do endividamento do setor privado", explica o supervisor da banca, em comunicado.

"A subida do endividamento do setor público resultou, sobretudo, dos acréscimos registados no endividamento junto do setor financeiro (1,5 mil milhões de euros) e no endividamento perante o exterior (0,8 mil milhões de euros)", pode ler-se. 

No setor privado, "o endividamento das empresas privadas aumentou 1,0 mil milhões de euros, evolução explicada principalmente pelo financiamento obtido junto do exterior (0,7 mil milhões de euros). O endividamento dos particulares aumentou 0,4 mil milhões de euros, refletindo o financiamento obtido junto do setor financeiro". 

Leia Também: Banco Mundial financia projetos de desenvolvimento em Madagáscar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório