Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Seguradoras Tranquilidade e Generali concluem processo de fusão

As seguradoras Tranquilidade e Generali concluíram o processo de fusão das suas atividades em Portugal, depois de em janeiro passado o grupo italiano Generali ter comprado a Tranquilidade, disseram hoje em comunicado.

Seguradoras Tranquilidade e Generali concluem processo de fusão
Notícias ao Minuto

16:17 - 01/10/20 por Lusa

Economia Seguradoras

As seguradoras consideraram que "esta fusão permite operar com maior escala e eficiência e reforçar as propostas de valor e soluções para os clientes e mediadores" e que "reforça ainda a posição de solidez e solvência financeira e harmoniza o modelo de governo e mecanismos de controlo".

A Tranquilidade, a Açoreana e a LOGO são as entidade com que o grupo opera em Portugal.

"Hoje é um dia marcante porque este passo permite a consolidação numa entidade única e instrumental para o processo de integração e transformação que temos em curso. Vivemos um momento particularmente desafiante, mas mantemos a aspiração de ser a melhor seguradora em Portugal", disse o presidente executivo da Tranquilidade e da Generali, Pedro Carvalho, citado em comunicado.

Também hoje a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) divulgou em comunicado que autorizou a fusão por incorporação da Generali - Companhia de Seguros e da Generali Vida - Companhia de Seguros na Seguradoras Unidas, decisão tomada em reunião do Conselho de Administração de 29 setembro.

Em janeiro de 2019, o grupo segurador italiano Generali comprou 100% da companhia Seguradoras Unidas e da prestadora de serviços de saúde AdvanceCare - entidades detidas por fundos de investimento da Apollo -, um negócio estimado em 600 milhões de euros pela agência de informação financeira Bloomberg.

A Generali está presente em 60 países, tendo tido em 2019 uma receita total de prémios de 70 mil milhões de euros, segundo a informação hoje divulgada pelas empresas. Já a Tranquilidade é o segundo maior operador de seguros 'não vida' em Portugal, com 18,7% de quota de mercado 'não vida' e mais de 1,8 milhões clientes.

A seguradora Tranquilidade pertencia ao Grupo Espírito Santo (GES) e passou na resolução do Banco Espírito Santo (BES) para o Novo Banco, tendo sido comprada pelo fundo de investimento Apollo em janeiro de 2015, num negócio em torno de 215 milhões de euros (50 milhões de euros em dinheiro e mais de 150 milhões de euros para reforçar os capitais da instituição), segundo notícias da altura.

Já em 2016 a Apollo ficou com a Açoreana, seguradora do Banif antes da resolução do banco, e formou o grupo Seguradoras Unidas (que junta Tranquilidade e Açoreana).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório