Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

Fed deixa taxas de juro inalteradas e prevê recessão menos severa em 2020

A Reserva Federal (Fed) norte-americana deixou hoje as suas taxas de juro inalteradas e assinalou que "a atividade económica recuperou nos últimos meses", mas continua "muito abaixo" dos níveis registados no início do ano, antes da pandemia.

Fed deixa taxas de juro inalteradas e prevê recessão menos severa em 2020
Notícias ao Minuto

20:25 - 16/09/20 por Lusa

Economia Fed

"A atividade económica e o emprego recuperaram nos últimos meses, mas mantêm-se muito abaixo dos níveis do início do ano. A procura mais débil e os preços do petróleo significativamente mais baixos estão a travar a inflação", referiu o comité de política monetária do banco central norte-americano no comunicado que divulgou no final da sua reunião de dois dias.

Nas previsões macroeconómicas que divulgou, a Fed antecipou uma recessão mais moderada e uma taxa de desemprego mais baixa do que indicara anteriormente, mas a recuperação em 2021 e 2022 também deve ser menos acentuada.

Em 2020, a contração do Produto Interno Bruto (PIB) deve ser de 3,7%, quando em junho a previsão apontava para 6,5%, antes de uma recuperação de 4% em 2021 (5% em junho).

A taxa de desemprego, que em fevereiro estava em 3,5%, no nível mais baixo em 50 anos, deve ficar este ano em 7,6%, abaixo dos 9,3% previstos em junho.

O banco central norte-americano deixou as suas taxas de juro inalteradas, entre 0% e 0,25%, como já era esperado, mas a decisão não foi adotada por unanimidade, tendo registado dois votos contra.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório