Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Pagar ao Fisco por débito direto: Da adesão ao 'se algo correr mal'

Conheça as vantagens da adesão ao pagamento de impostos por débito direto e os seus direitos enquanto contribuinte.

Pagar ao Fisco por débito direto: Da adesão ao 'se algo correr mal'
Notícias ao Minuto

11:30 - 18/08/20 por Notícias Ao Minuto 

Economia Débito direto

Pagar impostos por débito direto tem várias vantagens, desde logo porque como o dinheiro é debitado automaticamente da conta dos contribuintes, que dificilmente irão entrar em incumprimento com o Fisco. É sempre necessário, saliente-se, que os contribuintes autorizem os débitos diretos

A Autoridade Tributária (AT) divulgou um novo guia com o objetivo de esclarecer algumas questões sobre o tema, no qual são listadas algumas vantagens dos débitos diretos

  • Deixa de se preocupar com o prazo de pagamento das suas obrigações fiscais e evita assim coimas e juros de mora;
  • Deixa de ter de se deslocar para efetuar o pagamento dos seus impostos e perder tempo em filas de espera;
  • Sabe antecipadamente quais os valores a pagar, uma vez que a AT envia o aviso de débito em conta com cerca de 14 dias de antecedência face à data de concretização do mesmo, pelo que se detetar qualquer anomalia, poderá sempre inativálo/alterá-lo, assim como permite verificar se a conta bancária está aprovisionada com a quantia necessária;
  • Em qualquer momento pode alterar ou inativar uma ordem de débito direto anteriormente autorizada.

O Notícias ao Minuto explica-lhe neste artigo como aderir ao pagamento de impostos por débito direto

E se depois quiser anular a adesão? 

A qualquer momento pode alterar ou inativar uma adesão ao débito direto - isto aplica-se a qualquer entidade, não só às Finanças. Neste caso, pode fazê-lo também através do Portal das Finanças na opção 'Gerir Autorizações'.

Quando é feito o débito?

A cobrança por débito direto é efetuada na data limite de pagamento, no caso desta data ser dia útil ou no dia útil imediatamente anterior à data limite de pagamento, no caso de não ser dia útil, segundo a AT. 

Se algo correr mal, em quanto tempo é ressarcido?

Caso note que lhe foi cobrado um valor anormal, indevido ou errado pode contactar o seu banco e pedir o reembolso do valor debitado e "não tem de pedir autorização à AT", de acordo com as Finanças. Os contribuintes que adiram ao débito direto têm ainda direito a anular e solicitar o reembolso de um débito direto, operações que devem ser solicitadas junto das instituições bancárias. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório