Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2020
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Chefe da diplomacia japonesa procura acordo comercial com Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Toshimitsu Motegi, iniciou hoje uma visita de três dias ao Reino Unido, durante a qual Londres e Tóquio esperam avançar para um novo acordo comercial pós-'Brexit'.

Chefe da diplomacia japonesa procura acordo comercial com Reino Unido
Notícias ao Minuto

19:56 - 05/08/20 por Lusa

Economia Japão

A visita oficial começa com um jantar, esta noite, antes de prosseguir para dois dias de negociações comerciais, em que Toshimitsu Motegi se encontrará com o seu homólogo britânico, Dominic Raab, assim como com a ministra do Comércio Internacional, Lizz Truss.

Os dois lados - que se encontram pela primeira vez fisicamente desde o início das negociações comerciais, que ocorreu por videoconferência (por causa da pandemia de covid-19), em 09 de junho - esperam chegar a um acordo rapidamente.

Antes da sua partida, Toshimitsu Motegi disse à publicação japonesa Nikkei Asian Review que planeava discutir com Lizz Truss "a rápida conclusão de uma nova parceria económica entre o Japão e o Reino Unido", acrescentando que esperava que esta reunião fosse "a última etapa de consultas".

Com a sua saída da União Europeia em 31 de janeiro de 2020, o Reino Unido procura assinar novos acordos comerciais com a UE, mas também com outros parceiros antes do final do ano, quando termina o período de transição da saída dos agora 27.

Na ausência de acordos, serão aplicadas as regras da Organização Mundial do Comércio, que implicam a aplicação de duras taxas aduaneiras.

Apesar das ambições do projeto "Reino Unido Global", o processo de estabelecimento de vários acordos comerciais atravessa uma fase difícil.

Não são apenas as negociações com a UE que estão num impasse, mas também as discussões com a maioria dos principais parceiros de Londres, incluindo os Estados Unidos, ainda não foram concluídas.

Em junho, o negociador japonês Hiroshi Matsuura alertou, no jornal Financial Times, que as negociações com Londres deviam ter ficado concluídas antes do final de julho, a fim de permitir que o parlamento japonês ratificasse o acordo antes de 2021.

"Os nossos dois lados estão comprometidos com um cronograma ambicioso para garantir que um acordo entre em vigor até o final de 2020", disse um porta-voz do Ministério do Comércio do Reino Unido, nesta semana, acrescentando que espera chegar a um acordo em setembro.

O novo acordo em preparação deve basear-se no que já existe entre a UE e o Japão, mas as negociações também tentarão "ir além" desse objetivo, acrescentou o porta-voz, citando como exemplos de medidas uma redução nas tarifas e alterações nas condições do comércio digital.

O comércio do Reino Unido com o Japão totalizou mais de 30 mil milhões de libras (33 mil milhões de euros) em 2019, de acordo com o Departamento de Comércio Internacional.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório