Meteorologia

  • 11 AGOSTO 2020
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 26º

Edição

Paschal Donohoe 'levou a melhor' no Eurogrupo (e já definiu prioridades)

Paschal Donohoe foi eleito como presidente do Eurogrupo, na quinta-feira, sucedendo assim a Mário Centeno.

Paschal Donohoe 'levou a melhor' no Eurogrupo (e já definiu prioridades)

O ministro das Finanças irlandês, Paschal Donohoe, foi o nome mais votado para suceder a Mário Centeno na liderança do Eurogrupo, na quinta-feira, 'destronando' os adversários espanhol e o luxemburguês, Nadia Calviño e Pierre Gramegna, respetivamente

Num post publicado no Twitter, Paschal Donohoe dá conta daquela que definiu ser a sua prioridade imediata enquanto presidente do organismo informal: "A minha prioridade imediata, enquanto Presidente, será traçar um caminho comum para a construção da recuperação europeia, fortalecer a economia da zona euro e promover um crescimento sustentável e inclusivo para os Estados-Membros e seus cidadãos", pode ler-se. 

O novo presidente do Eurogrupo assume oficialmente funções na próxima segunda-feira, dia 13 de julho, um dia depois de terminar o mandato de Mário Centeno. Paschal Donohoe liderará os comandos do Eurogrupo durante os próximos dois anos e meio, ou seja, até final de 2022.

Quem é Paschal Donohoe?

Paschal Donohoe, de 45 anos, é conhecido por ter recolocado em ordem as finanças públicas do seu país e de ser pouco entusiasta com a ideia de taxar os 'gigantes' digitais norte-americanos

De centro-direita, Donohoe, do partido Fine Gael (Partido Popular Europeu), é ministro das Finanças irlandês desde 2017 e, tal como Centeno em Portugal, foi o grande protagonista do primeiro excedente orçamental da Irlanda desde a crise financeira de 2008, que atingiu igualmente com particular dureza o seu país, que sofreu uma longa recessão.

Dos três candidatos, Donohoe é quem tem menos experiência de Bruxelas

Dos três candidatos à sucessão de CentenoDonohoe é quem tem menos experiência de Bruxelas -- a espanhola Nadia Calviño trabalhou 12 anos em postos-chave na Comissão Europeia antes de ser convidada para ministra e o luxemburguês Pierre Gramegna leva já sete anos no Eurogrupo -, mas o apoio do PPE, a maior família política europeia, revelou-se decisivo para contrariar o favoritismo da candidata socialista, que tinha o apoio declaração de Alemanha e França (além de Portugal).

Na 'corrida' estava também o luxemburguês Pierre Gramegna, que já havia perdido para Centeno na eleição anterior, e que hoje abdicou depois da primeira volta da eleição.

Donohoe "tem o que é preciso" para liderar Eurogrupo?

O comissário europeu da Economia, Paolo Gentiloni, disse acreditar que o irlandês Paschal Donohoe "tem o que é preciso" para liderar o Eurogrupo "em tempos de desafios sem precedentes"

Felicitando "calorosamente" Donohoe pela sua eleição, o comissário italiano sublinhou que o irlandês assume funções num contexto particularmente difícil e advertiu que a missão que tem pela frente é complexa, pois "não é só uma questão de gerir a crise, mas também de tornar a zona euro mais forte, mais resiliente e mais sustentável".

O que pensa Centeno?

O presidente cessante do Eurogrupo, Mário Centeno, disse não ter dúvidas de que o seu sucessor, o irlandês Paschal Donohoe, vai ser um "excelente" líder do fórum de ministros das Finanças da zona euro.

"Não tenho de vos apresentar o Paschal, mas deixem-me apenas dizer que foi um verdadeiro prazer trabalhar com o Paschal nos últimos dois anos e meio. Os seus contributos para os trabalhos do Eurogrupo foram muito valiosos", declarou Centeno, na conferência de imprensa após a eleição.

Na despedida da Europa, dirigindo pela última vez, desde Lisboa, os trabalhos do Eurogrupo, realizado ainda por videoconferência, Centeno garantiu ainda ter sido "uma honra" trabalhar no fórum, como ministro e como líder, observando que quase todo o seu mandato como presidente decorreu entre crises.

Costa felicita Donohoe, Leão envia votos de sucesso

O primeiro-ministro, António Costa, saudou "calorosamente" o mandato que terminou do seu ex-ministro das Finanças Mário Centeno na presidência do Eurogrupo e felicitou a eleição para este cargo do irlandês Paschal Donohoe.

Por seu turno, o ministro de Estado e das Finanças, João Leão, desejou votos de "maior sucesso" ao novo presidente do Eurogrupo, o irlandês Paschal Donohoe, e considerou que o presidente cessante, Mário Centeno, "prestigiou o país".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório