Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

"Paschal vai ser um excelente presidente do Eurogrupo", diz Centeno

O presidente cessante do Eurogrupo, Mário Centeno, disse hoje não ter dúvidas de que o seu sucessor, o irlandês Paschal Donohoe, vai ser um "excelente" líder do fórum de ministros das Finanças da zona euro.

"Paschal vai ser um excelente presidente do Eurogrupo", diz Centeno

"Tínhamos três excelentes candidatos, todos muito competentes, ministros experientes e membros do Eurogrupo altamente considerados. Não tenho de vos apresentar o Paschal, mas deixem-me apenas dizer que foi um verdadeiro prazer trabalhar com o Paschal nos últimos dois anos e meio. Os seus contributos para os trabalhos do Eurogrupo foram muito valiosos", declarou Centeno, na conferência de imprensa após a eleição.

"Não duvido que o Paschal vai ser um excelente presidente do Eurogrupo, e desejo-lhe todo o sucesso", declarou.

Na despedida da Europa, dirigindo pela última vez, desde Lisboa, os trabalhos do Eurogrupo, realizado ainda por videoconferência, Centeno garantiu ainda ter sido "uma honra" trabalhar no fórum, como ministro e como líder, observando que quase todo o seu mandato como presidente decorreu entre crises.

"Podemos dizer que os últimos dois anos e meio foram, na maior parte, um intervalo entre duas crises, a soberana e a pandémica. Usámos este período de forma sábia, moldando um novo papel para o Eurogrupo", apontou.

Garantindo que "foi uma honra participar no importante trabalho do Eurogrupo nos últimos cinco anos, primeiro como membro, e depois como presidente", Mário Centeno apontou que "também foi um prazer trabalhar com colegas talentosos de todo o continente num verdadeiro espírito de cooperação europeia".

Paschal Donohoe, ministro de centro-direita de 45 anos, foi hoje eleito presidente do Eurogrupo após bater na segunda volta a favorita Nadia Calviño, ministra socialista espanhola, que tinha o apoio declarado dos dois 'pesos pesados' da zona euro, Alemanha e França.

O ministro irlandês torna-se o quarto presidente da história do Eurogrupo, depois do luxemburguês Jean-Claude Juncker (2005-2013), do holandês Jeroen Dijsselbloem (2013-2018) e do português Mário Centeno (2018-2020), e dirigirá pela primeira vez os trabalhos do grupo na reunião agendada para 11 de setembro próximo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório