Meteorologia

  • 25 JANEIRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Venda de casas em Portugal baixa 5% no 1.º trimestre

O número de casas vendidas em Portugal Continental no primeiro trimestre deste ano baixou 5% para cerca de 44.850, face ao trimestre anterior, segundo as projeções da Confidencial Imobiliário hoje divulgadas.

Venda de casas em Portugal baixa 5% no 1.º trimestre
Notícias ao Minuto

11:50 - 30/04/20 por Lusa

Economia Casas

As estimativas da Confidencial Imobiliário são feitas a partir dos dados reportados ao Sistema de Informação Residencial (SIR), que agrega os dados sobre vendas reportadas pelos operadores do mercado, incluindo indicadores de preço, descontos praticados, entre outros.

A Área Metropolitana de Lisboa concentrou um terço das vendas (33%), num total de 14.730 casas transacionadas, enquanto a Área Metropolitana do Porto agregou 15%, com cerca de 6.640 casas vendidas.

Já a região Centro concentrou 23% das vendas trimestrais (aproximadamente 10.370 fogos), seguida do Norte (14%, cerca de 6.220 fogos), Algarve (9%, cerca de 4.155 fogos vendidos) e Alentejo (6%, cerca de 2.730 fogos).

No período em análise, o preço médio de venda das casas no país atingiu os 1.734 euros por metro quadrado (euros/m2).

Na Área Metropolitana de Lisboa, aquele valor foi superado, ascendendo a 2.222 euros/m2, e também no Algarve, com vendas a 1.799 euros/m2.

Na Área Metropolitana do Porto, as casas foram vendidas a um preço médio de 1.495 euros/m2 no primeiro trimestre de 2020.

Depois, o Alentejo apresentou preços de 1.097 euros/m2, a região Centro transacionou a 945 euros/m2 e o Norte a 855 euros/m2.

Quanto ao tempo médio de venda da habitação, este ficou-se em seis meses, mantendo-se estável ao longo do último ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório