Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Dívida pública recua em outubro. Cai para 121,1% do PIB no 3.º trimestre

Os dados foram divulgados pelo Banco de Portugal, esta segunda-feira.

Dívida pública recua em outubro. Cai para 121,1% do PIB no 3.º trimestre

A dívida pública recuou para 251,4 mil milhões de euros em outubro, de acordo com os dados atualizados pelo Banco de Portugal (BdP), esta segunda-feira. Até setembro, sublinhe-se, a dívida pública tinha-se fixado em 252,3 mil milhões de euros

Para este crescimento "contribuiu essencialmente o aumento das responsabilidades em depósitos, parcialmente compensado pela diminuição dos títulos de dívida e dos empréstimos", pode ler-se. 

Os ativos em depósitos das administrações públicas aumentaram 1,0 mil milhões de euros, pelo que a dívida pública líquida de depósitos registou uma diminuição de 0,7 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 232,4 mil milhões de euros.

Com estes dados já é possível apurar o peso da dívida pública sobre o produto interno bruto (PIB) que terá descido para 121,1% no terceiro trimestre, de acordo com os números do supervisor. Em junho, altura em que o valor total da dívida pública se situava em 251,3 mil milhões de euros, o peso da dívida pública sobre o PIB era de 121,2%.

O Governo antecipou no Projeto do Plano Orçamental para 2020 que o rácio da dívida pública fique em 2019 e em 2020 em 119,3% e 116,3% do PIBrespetivamente, quando no Programa de Estabilidade apontava para 118,6% e 115,2%.

De recordar que o método de calcular a dívida pública foi alterado por ordem do Eurostat, o que levou a uma revisão em alta do valor na dívida pública no mês de junho - passou de 246,9 mil milhões para 251,2 mil milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório