Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 14º

Edição

Fectrans e ANTRAM já assinaram contrato. "Vamos garantir que é cumprido"

Esta terça-feira vai ser assinado o novo acordo coletivo de trabalho entre a ANTRAM e os três sindicatos de motoristas de mercadorias e matérias perigosas.

Fectrans e ANTRAM já assinaram contrato. "Vamos garantir que é cumprido"

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) e a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) já assinaram o novo contrato coletivo de trabalho, sendo que esta terça-feira será ainda assinado o mesmo documento com o o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), o Sindicato Independente de Motoristas de Mercadorias (SIMM) e a Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP).

À saída do encontro de formalização do acordo, a Fectrans deixou a garantia de que este contrato traz uma melhoria das condições salariais e sociais dos trabalhadores e acrescentou: "Vamos, empresa por empresa, garantir que este contrato é cumprido", disse o porta-voz da Fectrans, José Manuel Oliveira, em declarações aos jornalistas. 

Do lado dos patrões, as perspetivas sobre esta nova fase entre as duas partes é também positiva. "É com o objetivo de dar bases de trabalho para melhorias futuras. Este é o momento de dar reconhecimento a um setor muito importante. (...) A valorização do setor tem sido um dos nossos objetivos", disse o presidente da ANTRAM, Gustavo Duarte, em declarações aos jornalistas. "Não é com greves que se fecham acordos", rematou. 

Os membros da Antram, reunidos em congresso, validaram em 19 de outubro o acordo de trabalho negociado com os sindicatos de motoristas.

No texto divulgado pela Fectrans na altura da conclusão das negociações com a Antram, em 14 de outubro, indica-se que são consolidados os pontos contidos no memorando de entendimento de 14 de agosto, que atualiza em 11,1% a tabela salarial para os motoristas de pesados, bem como "as principais cláusulas pecuniárias" em, pelo menos, 4%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório