Meteorologia

  • 17 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Macau promove 'apagão' em pontes e casinos para poupar energia

O Governo de Macau promove hoje um 'apagão' em pontes, casinos e locais turísticos como forma de sensibilizar para a poupança energética, anunciaram as autoridades em comunicado.

Macau promove 'apagão' em pontes e casinos para poupar energia
Notícias ao Minuto

09:10 - 10/06/19 por Lusa

Economia Energia

"Das 20h30 às 21h30 [das 12h30 às 13h30 em Lisboa], as três pontes que ligam Macau e a Taipa, seis casinos e alguns locais turísticos irão desligar as luzes desnecessárias, durante uma hora, como forma de adesão à conservação energética", pode ler-se na nota do Gabinete para o Desenvolvimento do Setor Energético.

O objetivo passa por "divulgar e promover a conservação energética e sensibilizar os cidadãos para pouparem energia através da ação", sendo feito o apelo à adesão da população.

As autoridades sublinharam o facto de a iniciativa anual continuar a contar com o "forte apoio dos diferentes setores da sociedade e de várias associações e organizações que se inscreveram para aderir à atividade de desligar as luzes, nomeadamente os serviços públicos, seis casinos, vários hotéis, bancos, estabelecimentos comerciais, alguns locais turísticos e grandes empreendimentos".

Para além do 'apagão' de hoje, as autoridades anunciaram que as luzes decorativas das três pontes que ligam a península de Macau à ilha da Taipa vão começar a ser desligadas mais cedo, a partir das 23h00.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório