Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 23º

Metropolitano diz que queixas de utentes diminuíram este ano face a 2018

As reclamações de clientes contra o Metropolitano de Lisboa diminuíram nos primeiros três meses deste ano face ao mesmo período de 2018, uma redução que foi de quase 40%, segundo dados hoje divulgados por aquela empresa.

Metropolitano diz que queixas de utentes diminuíram este ano face a 2018
Notícias ao Minuto

12:28 - 08/06/19 por Lusa

Economia Metro Lisboa

"O Metropolitano de Lisboa registou uma significativa descida do número de reclamações de clientes, no primeiro trimestre de 2019, face ao período homólogo de 2018, verificando-se uma redução de um total de 1.462 reclamações para 894, correspondendo a uma variação de -38,9%", afirma, em comunicado, a empresa de transporte público coletivo.

Estes dados apresentados hoje pelo Metropolitano de Lisboa surgem um dia depois de a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) ter divulgado dados sobre as reclamações dos utentes contra os transportes coletivos, que davam conta de um aumento do número de queixas.

De acordo com esses dados, o número de queixas em 2018 aumentou 25%, comparativamente com 2017, tendência que se verificou também quando desagregados os dados por semestres.

Segundo a AMT, a CP -- Comboios de Portugal, o Metropolitano de Lisboa, a Transtejo, a Rede Nacional de Expressos (RNE) e a Transportes Sul do Tejo (TST) foram as empresas com mais reclamações entre julho e dezembro (quando comparado com o período de janeiro a junho), representando 52% do total das reclamações.

A AMT indicava ainda que a CP era a empresa de transportes que liderava o número de queixas, seguida do Metropolitano, que entre o primeiro e o segundo semestre de 2018 registou um aumento de 12,5% no número de reclamações.

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório