Meteorologia

  • 19 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

Tem um Huawei? "Não tome decisões precipitadas" e aguarde, diz a DECO

Perante o conflito entre a Google e a Huawei, a DECO recomenda que consumidores aguardem e diz estar em contacto com outras associações para que a situação não tenha impacto negativo para o consumidor.

Tem um Huawei? "Não tome decisões precipitadas" e aguarde, diz a DECO

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) recomenda que os portugueses que têm um telemóvel da marca chinesa Huawei aguardem por mais desenvolvimentos e não sejam precipitados antes de tomarem qualquer decisão relativamente aos seus aparelhos. 

"O caso que tem dominado esta semana já sofreu várias evoluções. Por isso, aconselhamos os consumidores a aguardarem por mais desenvolvimentos antes de tomarem qualquer decisão em relação aos seus aparelhos da Huawei", pode ler-se num artigo divulgado pela DECO - que está a ser constantemente atualizado sobre o conflito. 

Ora, a associação portuguesa está, inclusive, a trabalhar com "outras organizações europeias de defesa do consumidor para que a situação entre a Google e a Huawei não tenha impacto negativo para o consumidor", adianta. 

Em causa, sublinhe-se, está o facto de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter colocado a Huawei na lista negra, por considerar que a empresa chinesa representa um "risco inaceitável" para a segurança dos EUA. Em cima da mesa estão suspeitas de sabotagem e ciberespionagem.

A informação mais recente dá conta que os futuros 'smartphones' da Huawei e Honor poderão perder acesso à Play Store e aos Google Services. Já os modelos já existentes das marcas referidas mantêm o acesso aos serviços.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório