Meteorologia

  • 20 ABRIL 2019
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 26º

Edição

Encomenda 'presa' na alfândega. E agora, como a levantar?

Saiba o que fazer caso esta situação lhe aconteça.

Encomenda 'presa' na alfândega. E agora, como a levantar?
Notícias ao Minuto

08:06 - 14/04/19 por Notícias ao Minuto 

Economia distribuição

Se faz encomendas pela Internet com frequência, é provável que já tenha ficado com alguma encomenda presa na alfândega e sabe como essa situação pode dar dor de cabeça. Antes de mais, deve saber que para desalfandegar uma encomenda é necessário fazer provas de algumas coisas. 

"Para desalfandegar uma encomenda é necessário provar qual a origem da encomenda, o seu conteúdo, se é o destinatário e, se for caso disso, pagar IVA e direitos aduaneiros", explica o EI, o portal de literacia financeira da Associação Mutualista Montepio. 

Posto isto, se receber uma notificação a dar conta de que a sua encomenda está 'presa' na alfandega, tem duas alternativas: tratar do processo diretamente na alfândega ou, em alternativa, optar pelos serviços de despachante dos CTT ou da transportadora privada. 

Se optar por dirigir-se diretamente à alfândega é necessário reunir a documentação pedida. No caso das transportadoras privadas, terá de levantar a documentação relativa à mercadoria. Caso delegue esta função nos CTT ou a uma transportadora vai pagar uma taxa administrativa, o custo é superior ao que teria se fosse tratar diretamente da encomenda na alfândega.

Saiba também que depois de recebido o aviso de desalfandegamento tem até 60 dias para desalfandegar a encomenda, ou seja, enviar a informação e documentação necessárias para o processo continuar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório