Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Atenção, nem todas as estratégias de poupança são 'boas'

Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado da DECO identificou alguns erros que muitas pessoas cometem com frequência. Veja se se identifica com algum deles e saiba como dar a volta à situação.

Atenção, nem todas as estratégias de poupança são 'boas'
Notícias ao Minuto

08:18 - 21/11/18 por Notícias Ao Minuto 

Economia Finanças

A poupança continua a ser a palavra mestre quando o assunto são finanças domésticas, até porque o dinheiro que conseguimos poupar é aquele que mais tarde nos ajudará a responder a despesas imprevistas. Porém, nem todas as estratégias de poupança são boas, de acordo com o Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS) da DECO. 

De acordo com a instituição, "nem todas as estratégias de poupança são boas e podem mesmo gerar o efeito contrário", refere. Deste modo, o ideal é identificar alguns erros para que as pessoas "possam alterar ou melhorar os seus comportamentos".

O GAS estabelece, assim, quatro pontos chave:

  • Promoções: O problema do 'Leve 3 pague 2' é que muitas pessoas aproveitam para abastecer a despensa e "isso pode ser um erro". Isto, porque muitas vezes acabam por comprar produtos próximos do prazo de validade ou coisas que, na verdade, não necessitam. 
  • Compras online: Às vezes, pensamos que 'fica mais barato' comprar mais dois ou três produtos para atingir o mínimo que é necessário para que os portes sejam grátis. O que acontece? "Se fizermos as contas muitas vezes acabamos por gastar mais do que pretendíamos, por exemplo: o limite mínimo para poder usufruir dos portes de envio gratuitos é de 30 euros e o seu total de compras é de 20 euros, se o custo de envio for cinco euros não lhe compensa gastar mais 10 euros". 
  • Mealheiro: Aqui a questão é a facilidade com que podemos aceder à nossa poupança. Além disso, "apesar das taxas de juro se encontrarem baixas neste momento, investindo o dinheiro num depósito a prazo, por exemplo, sempre se consegue um retorno real positivo". 
  • Falta de objetivos: Este é o último ponto e talvez o mais importante. Se não tiver objetivos de poupança, provavelmente será mais difícil colocar o dinheiro de lado. "É importante estabelecer um objetivo de poupança, seja umas férias, um carro, etc. Estabeleça um plano de ação para atingir o objetivo e dessa forma sentir-se-á motivado para poupar."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório