Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Comércio: Exportações e importações aumentaram 6,2% e 0,3% em maio

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) divulgou, esta terça-feira, que tanto as exportações como as importações aumentaram em maio, mas desaceleraram face ao mês anterior.

Comércio: Exportações e importações aumentaram 6,2% e 0,3% em maio

"Em maio de 2018, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de +6,2% e +0,3%, respetivamente, desacelerando ambas de forma significativa face ao mês anterior (+17,7% e +12,9%, em abril de 2018, pela mesma ordem)", pode ler-se no relatório do INE. 

Em abril, as exportações tinham aumentado 17,7% e as importações 12,9%.

O défice da balança comercial de bens foi de 1,122 mil milhões de euros em maio de 2018, menos 284 milhões de euros que no mês homólogo de 2017.

Excluindo os combustíveis e lubrificantes a balança comercial atingiu, segundo o INE, um saldo negativo de 971 milhões de euros, tendo diminuído 72 milhões de euros em relação a maio de 2017.

No trimestre terminado em maio de 2018, as exportações e as importações de bens aumentaram, respetivamente, 5,2% e 4,1% face ao mesmo período de 2017, sinaliza o instituto.

De acordo com o INE, em termos das variações homólogas mensais, as exportações cresceram em maio devido ao aumento de 8,7% no comércio Intra-UE (20,6% em abril de 2018), já que no comércio Extra-UE se verificou uma redução de 1,1% (contra uma subida de 9,5% em abril de 2018).

O aumento das importações deve-se, de igual modo, ao acréscimo de 4,4% registado no comércio Intra-UE (15,6% em abril de 2018), dado que as importações Extra-UE diminuíram 11,9% (-5,3% em abril de 2018).

"Em ambos os fluxos se denota uma significativa desaceleração face às variações homólogas registadas no mês anterior (que refletiam, em parte, efeitos de calendário, já que abril de 2018 teve mais dois dias úteis que abril de 2017), agravada pelo facto de maio de 2018 ter menos um dia útil que maio de 2017", refere.

Em maio, tendo em conta os principais países de destino em 2017, salientam-se os crescimentos, face ao mês homólogo de 2017, nas exportações para Espanha, Itália e Alemanha (9,3%, 28,3% e 8,4%, respetivamente).

Em relação aos principais fornecedores em 2017, em maio de 2018 registaram-se aumentos na quase totalidade dos países, exceto nas importações provenientes de França que diminuíram 0,3%.

As importações de Espanha tiveram o aumento mais expressivo (6% em termos homólogos).

[Notícia atualizada com mais informação às 11h42]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório