Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 29º

Uruguai estreia-se a vencer na Copa América com Franco Israel no banco

O Uruguai, 15 vezes vencedor da prova, ganhou no domingo por 3-1 ao Panamá, no jogo de estreia das duas equipas no Grupo C da Copa América em futebol, em Miami Gardens, na Florida.

Uruguai estreia-se a vencer na Copa América com Franco Israel no banco
Notícias ao Minuto

07:02 - 24/06/24 por Pedro Belo da Fonseca

Desporto Copa América

Maximiliano Araújo, aos 16 minutos, o ex-benfiquista Darwin Núñez, aos 85, depois de muitos falhanços, e Matías Viña, aos 90+1, apontaram os tentos da formação 'celeste', enquanto Michael Murillo faturou para os panamianos, já aos 90+5.

Com este triunfo, sofrido, os uruguaios, 15 vezes vencedores da prova, igualaram na liderança do agrupamento os Estados Unidos, que, no outro encontro, bateram a Bolívia por 2-0.

Na formação comandada pelo argentino Marcelo Bielsa, o guarda-redes 'leonino' Franco Israel não saiu do banco, enquanto, no Panamá, Puma Rodríguez, do Famalicão, foi titular, saindo aos 84 minutos, e Jovani Welch, do Académico de Viseu, entrou aos 65.

Os uruguaios, claros favoritos, entraram determinados e efetuaram vários remates no início, por De Arrascaeta, Darwin e Ronald Araújo (sairia tocado ao intervalo), com o Panamá também a mostrar vontade de atacar, mas sem criar perigo.

A formação sul-americana acabou por se adiantar no marcador aos 16 minutos, através de remate forte e colocado de Maximilano Araújo, avançado os mexicanos do Toluca.

Em vantagem, o Uruguai continuou a criar oportunidades, mas Darwin falhou uma primeira tentativa, aos 18 minutos, uma segunda, aos 29, e uma terceira, aos 45, enquanto De Arrascaeta cabeceou para a defesa de Orlando Mosquera, aos 19.

Pelo meio, aos 37 minutos, Fajardo rematou muito pouco ao lado do poste esquerdo da baliza de Sergio Rochet.

A segunda parte começou, praticamente, com mais um falhanço de Darwin, aos 46 minutos, a anteceder o melhor período do Panamá, com quatro ameaças reais, por Fajardo (54 minutos), Roderick Miller (56) e Puma Rodríguez (57 e 59).

O Uruguai, apesar dos 'tremeliques' na defesa, aguentou este período e começou a reagir, em remates de Federico Valverde, aos 66 e 71 minutos, e do suplente De La Cruz, aos 72, com Murillo, de livre direto, aos 77, ainda a assustar do outro lado.

A formação de Bielsa só descansou na parte final, quando Darwin, após um ressalto, aos 85 minutos, de pé esquerdo, encontrou, finalmente, a baliza, seguindo-se, aos 90+1, o tento de Matías Viña, de cabeça, após livre de De La Cruz.

Mesmo sobre o final, aos 90+5 minutos, o Panamá ainda conseguiu chegar ao golo de honra, que mereceu, com um remate colocado de Michael Murillo.

Na segunda jornada, marcada para quinta-feira, o Panamá defronta os Estados Unidos, enquanto o Uruguai mede forças com a Bolívia, numa ronda que pode sentenciar os apurados do Grupo C para os quartos de final da 48.ª Copa América.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório