Meteorologia

  • 12 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 23º

Rafa sai "sem mágoa": "Não sinto que tenha dado muito ao Benfica"

Ex-internacional português deixa elogios ao "amigo" Rui Costa e lembra o que o clube da Luz lhe deu ao longo dos últimos anos.

Rafa sai "sem mágoa": "Não sinto que tenha dado muito ao Benfica"
Notícias ao Minuto

12:31 - 18/05/24 por Notícias ao Minuto

Desporto Benfica

Na extensa entrevista que concedeu este sábado aos meios oficiais do Benfica, Rafa Silva diz que sai "sem mágoa" do clube da Luz, onde esteve durante oito anos, deixando ainda elogios ao presidente Rui Costa, a quem chamou de "amigo".

"O Rui, para mim, é difícil eu dizer Presidente Rui, porque para mim o Rui é um amigo. Foi ele uma das pessoas que me trouxeram para cá, na altura. E é o que ele é. Ele acolhe muito bem, foi jogador, sabe bem o que é que nós sentimos, sabe bem o que é que nós passámos, foi um grande jogador. E então, há a amizade que eu acabei por criar com ele, foi uma amizade muito importante para mim. É um amigo e será sempre um amigo. Devido a tudo o que nós criámos aqui, devido a todos estes anos, são muitos anos juntos, muito anos de relacionamento. E lá está, é isso o que eu gosto no futebol. Não interessa muito o que é que nós somos, interessa a maneira como nós nos tratamos", garantiu o avançado, antes de recordar os troféus ganhos ao serviço do clube da Luz.

"Não foram fáceis. Gostava de ter mais, como é óbvio. Sinto que muitas vezes podíamos ter tido outro desfecho, mas o futebol é assim. Para mim, o futebol e a vida são assim. Não é tudo como queremos, não vamos ganhar sempre, e o sabermos estar, o sabermos estar a perder, também é uma coisa que tive de aprender, e saber lidar, porque não é fácil. As pessoas pensam que nós saímos daqui e está tudo bem, porque ganharam o dinheiro deles e agora vão para casa, vão de férias. As coisas não são assim. Mas isto é a nossa vida. Nós gostamos genuinamente do que fazemos, e, para mais, o que gostamos mais é do sítio que estamos a representar, porque, lá está, é o sítio que nos dá as condições certas para conseguirmos evoluir, e para conseguirmos ser o que nós vamos ser, e o que nós somos. E então acaba, para mim, por ser um bocadinho de emoções mistas. Contente pelas conquistas, mas poderiam ter sido mais", ressaltou, falando da relação com os adeptos.

"A verdade é uma: o Benfica quando está a ganhar torna-se o que o Benfica é. O Benfica quando não está a ganhar – e eu digo isto de quando está a ganhar troféus ou quando está a perder os troféus... Quando está a ganhar um jogo e quando está a perder um jogo, vai-se muito aos extremos... Do bom e do mau. Então, eu acho que se tem de começar a dosear um bocadinho a maneira como se trata as pessoas, porque nós cá dentro também somos pessoas, estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para conseguirmos ter o melhor desfecho no jogo, neste caso, em cada jogo. Tentar ganhar, porque o que interessa é o fim, o que interessa são os troféus, no fim, que conquistamos. E acho que muitas das vezes, porque um jogo não corre bem, já começar a duvidar do que está a ser feito não ajuda. E nunca vai ajudar ninguém. A pressão? Nós temos pressão. Isso faz parte do nosso dia a dia, não é por dizerem que A, B ou C é mau ou é bom que vai ajudar. O objetivo é apoiar o Benfica, e o objetivo é que o Benfica conquiste títulos. Nunca nos metemos à frente do Clube, e eu falo por mim, eu não me meto à frente do Clube e nunca me vou meter à frente de nenhum clube", frisou o avançado.

Garantido ser um benfiquista de coração, Rafa diz sentir que não sente ter "dado muito ao Benfica" no decorrer dos últimos anos.

"Eu sou Benfiquista, sim. É verdade. Não tenho problema nenhum em dizer isso. Amo o Benfica. Hoje em dia, faz-me muita confusão como é que o que interessa são fotos nas redes sociais, o que interessa é beijar o símbolo ou a maneira como se festeja um golo, quando se devia olhar muito para o que a pessoa é, para o que a pessoa faz e também para o que a pessoa… para o que a pessoa sente pelo Clube. Não é por eu não demonstrar sentimentos, porque é a maneira como sou como pessoa, que não sinta o Benfica ou que me esteja a 'cagar' para o Benfica, ou seja o que for. Acho que a maneira como eu estive no Benfica foi a maneira certa. É a minha maneira de ser, é a minha maneira de estar. Não vou mudar porque as pessoas acham que eu devo meter coisas nas redes sociais, ou tenha de festejar mais efusivamente, porque não é isso que me faz amar mais o Benfica ou o que me faz odiar o Benfica. Eu gosto do Benfica e amo o Benfica, à minha maneira, e vai ser sempre assim", sublinhou o dianteiro.

"Não sinto que dei muito ao Benfica. O que eu sinto, e o que vou sempre sentir, é: eu senti o Benfica. Eu estive cá porque quis, eu fiquei cá porque decidi ficar cá, nunca estive obrigado. E, acima de tudo, a minha família foi feliz cá, por isso, se a minha família foi feliz, e passámos maus bocados. Houve, como é óbvio, e há vida. Passámos situações boas, passámos situações más, mas sinceramente não guardo mágoa. Mas acho que uma coisa que também se tem de ter no Benfica, e tem de se sentir, é um bocadinho de respeito e de gratidão, porque nós não somos robôs, nós não somos máquinas. Vi muito colega meu e muitos amigos meus, que deram muito ao Benfica, e as pessoas não têm nem noção do sentimento que criam nas pessoas ao fazerem o que fazem", vincou o camisola 21, antes de traçar as diferenças entre o Rafa que chegou ao Benfica e o que agora está de saída.

"Boa barba. Sou este. Depois de oito anos, aprendi muito. Sem dúvida que sou um conjunto das duas, mas sou muito mais este, porque nós vamos sempre olhar para trás e vamos sempre pensar que somos uma versão melhorada de nós mesmos, e é isso que eu penso de mim. Acho que piorei em alguns aspetos também, mas isso faz parte. Mas, acima de tudo, tentei melhorar as coisas que menos bem fazia e a maneira se calhar menos boa que era. Talvez. Sem dúvida que sou um conjunto das duas, mas sou o jogador que se despediu neste último jogo [com o Arouca], como é óbvio. E a pessoa", finalizou.

Leia Também: Rafa explica 'negas' aos milhões e fala de Schmidt: "Não têm noção..."

Leia Também: Rafa emocionado no adeus ao Benfica: "As pessoas pensam que é fácil..."

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório