Meteorologia

  • 16 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 26º

Eis o perfil de um 'Tigrinho' que pode matar a fome de golos do FC Porto

O avançado brasileiro tem sido associado ao FC Porto. O Desporto ao Minuto comparou os números de Roque aos dos atacantes do clube.

Eis o perfil de um 'Tigrinho' que pode matar a fome de golos do FC Porto
Notícias ao Minuto

08:00 - 17/05/24 por David Silva

Desporto FC Porto

Vítor Roque, também conhecido por 'Tigrinho', tem sido associado pela imprensa ao FC Porto para a próxima temporada. O jogador do Barcelona, que teve poucas oportunidades na segunda metade da época presente, depois de chegar do Brasil, procura uma solução para a colocação no mercado.

A facilitar o eventual negócio estará o papel de Deco, diretor-desportivo do Barcelona e também empresário do jogador, que o 'trouxe' desde o Athletico Paranaense. Mas, desde janeiro, fez apenas 13 jogos, dois como titular.

Nesta quarta-feira, Xavi explicou a parca utilização do avançado. "A intenção não era que o Vítor viesse em dezembro, mas sim que ficasse lá. Abriu-se essa oportunidade, com a lesão de Gavi. Para a sua formação, acreditávamos que era o melhor, e, assim, tivemos a opção de incorporá-lo, em nome da formação, para que chegasse como era ao clube", revelou.

Antes disso, André Cury agente do jogador, teve duras palavras em relação ao clube. "Tem de ter mais minutos, e ninguém entende por que é que não lhe os dão. Xavi nunca falou com o jogador, e não entendo esta situação. Não é boa para nenhuma das partes", queixou-se o brasileiro. 

Evanilson ganha mais duelos e tem mais acerto de passe do que Roque

Tendo em conta o interesse do FC Porto, convém comparar os perfis de Vítor Roque aos dos jogadores do clube, com ajuda das estatísticas do Sofascore O avançado brasileiro, de apenas 19 anos, é o clássico avançado 'oportunista', com bom sentido posicional, e forte no choque apesar da baixa estatura (1.74m, 78 kg). Características que lhe granjearam muitos golos no Brasileirão.

No ano de 2023, Tigrinho marcou 21 golos e deu sete assistências, numa equipa que ficou no oitavo posto da tabela. Em 2022, ainda muito jovem, o Athletico Paranaense deu quase cinco milhões de euros pelo jogador, ao Cruzeiro, e marcou sete golos em 36 jogos. Acabou a vendê-lo por 40 milhões.

No Brasileirão, em 2023, Vítor Roque disputou 25 jogos e marcou 12 golos, a uma frequência de um golo a cada 143 minutos. Teve uma taxa de conversão de 24% dos remates e sete grandes ocasiões falhadas. Marcou quatro golos de cabeça, cinco de pé esquerdo, quatro de pé direito. Deu em média 23 toques, ganhando 46% dos duelos. 

Já Evanilson, na temporada 2023/24, jogou 26 vezes e marcou 13 golos no campeonato, a uma frequência de 152 minutos. Falhou nove grandes chances e teve uma taxa de conversão dos remates de 19%. Marcou um de cabeça, três de pé esquerdo e nove de pé direito. Dá em média 34 roques por jogo, tem maior acerto de passe do que Roque e ganhou 53% dos duelos, mais do que Vítor. 

Tigrinho jogou pela seleção brasileira uma vez. Mais do que Evanilson, que foi chamado recentemente pela canarinha e aguarda ainda a estreia. 40 jogos e 24 golos marcados pelo avançado natural de Fortaleza, nesta temporada. Está na melhor época ao nível de golos, superando a marca 2021/22 (20), mesmo com uma lesão no início da época.

Espera-se uma 'remodelação' no ataque do FC Porto na próxima temporada

Foi uma época de afirmação para Evanilson, que também será, com certeza, alvo de assédio por grandes clubes europeus. Mas o brasileiro não é a única opção do FC Porto para o centro do ataque. Toni Martínez, que chegou na mesma época que Evanilson, teve uma época 'morna'.

Em 25 jogos, a maior parte como suplente, o espanhol marcou apenas quatro golos. Foi, recentemente, afastado do plantel e deve sair no final da época. Mehdi Taremi, com 10 golos, é outro jogador que está de 'malas feitas', tendo já sido confirmado no Internazionale por responsáveis milaneses. É, portanto, uma carta fora do baralho para 2024/25. 

Danny Namaso é o ponta-de-lança que falta à 'equação'. O inglês, que tem contrato até 2028, marcou apenas dois golos esta temporada (na anterior, foram sete). Também é, à imagem de Toni, um 'eterno' suplente. A falta de 'poder de fogo' do FC Porto e a dependência de Evanilson leva a o FC Porto a considerar adicionar mais alguma 'pólvora' ao ataque.  

Leia Também: FPF mostra imagens dos socos e pontapés de Chico Conceição e Diogo Costa

Leia Também: Para proteger a família, André Villas-Boas toma decisão importante

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório