Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

Depois das 'trevas', o sorriso. Romário acerta o 'Baró'metro no FC Porto

Médio de 23 anos foi emprestado nas últimas duas épocas e regressou, no último verão, ao Dragão. Ainda que não seja opção regular para Sérgio Conceição, o jogador formado no FC Porto soube aproveitar a oportunidade que lhe foi dada, frente ao Vitória SC, e assistiu Pepê para o golo que sentenciou o encontro.

Depois das 'trevas', o sorriso. Romário acerta o 'Baró'metro no FC Porto
Notícias ao Minuto

07:43 - 19/04/24 por Rodrigo Querido

Desporto FC Porto

O FC Porto garantiu, na noite de quarta-feira, a passagem à final da Taça de Portugal, com um triunfo diante do Vitória SC (3-1), num jogo em que apareceu um 'joker' desaparecido dos eleitos de Sérgio Conceição para ajudar os dragões a chegar ao Jamor. Falamos, claro está, de Romário Baró.

Outrora um jogador em que Sérgio Conceição tinha grande confiança, o jovem, de 23 anos, teve de fazer um caminho 'espinhoso' para voltar a encontrar o seu espaço nos eleitos do técnico portista. Depois de dois empréstimos seguidos, a Estoril-Praia e Casa Pia, o médio regressou, no último verão, ao Dragão, com a esperança de, certamente, ser uma opção regular. No entanto, não foi esse o cenário com que se deparou.

Jogador 'reabilitado' no plantel principal do FC Porto por Sérgio Conceição, esta temporada, Romário Baró viu as suas exibições serem criticadas pelos adeptos. Contudo, deve ter feito 'calar' algumas dessas vozes discordantes, com a exibição diante do Vitória SC.

Numa altura em que o FC Porto tinha uma vantagem tremida ante os vimaranense, Sérgio Conceição olhou para o banco de suplentes e chamou o jovem de 23 anos. Lançado aos 68 minutos, o médio demorou menos de 10 minutos a fazer a diferença. Após um excelente passe do português, Pepê deu a 'machadada' final no resultado.

Aproveitar o 'castigo' de outrem

A assistência para Pepê fez regressar o sorriso aos lábios de Romário Baró, ele que soube aproveitar da melhor forma a ausência do quarteto 'castigado' por Sérgio Conceição. Sem André Franco, Toni Martínez e Iván Jaime - Jorge Sánchez é defesa - para refrescar a frente de ataque, o treinador portista viu-se forçado a apostar no jovem formado no FC Porto.

Um aumento de confiança tremendo para o jovem, que aproveitou os minutos no Dragão para ser decisivo. Além da assistência para golo, Romário Baró contou com oito ações com a bola e criou duas ocasiões flagrantes. Dados de que, certamente, Sérgio Conceição tomou nota para os encontros que restam até final da temporada.

E, no capítulo de assistência, de referir que o jovem, de 23 anos, não contribuía para um golo há mais de um ano. A última vez que tal tinha acontecido foi na visita do Casa Pia, onde se encontrava cedido pelo FC Porto, ao Paços de Ferreira. Numa situação algo semelhante à que aconteceu contra o Vitória SC no Dragão, Baró saiu do banco de suplentes ao minuto 68 e serviu Clayton Silva para o golo que ajudaria os gansos a vencer.

Entre os elogios de Conceição e a estreia que falta

No que a números práticos diz respeito, Romário Baró leva 12 jogos pelo FC Porto esta época, mas ainda vai bem a tempo de alcançar o máximo que teve com a camisola dos azuis e brancos. Em 2019/20, o internacional pelas camadas jovens somou 18 partidas, um número que pode repetir esta temporada dado faltarem seis jogos para o ponto final na época dos azuis e brancos.

Apesar de cumprir a terceira temporada como sénior, a verdade é que Romário Baró nunca se estreou a marcar pela equipa principal dos portistas. São 46 jogos realizados e apenas duas assistências para o jovem que é tido como uma das maiores promessas dos portistas.

E, a propósito da última assistência do camisola 28, a tal que ajudou a sentenciar o jogo ante o Vitória SC, Sérgio Conceição deixou grandes elogios ao jovem. Mas também uma espécie de 'recado' para que Baró mostre todo o seu potencial.

"Vocês não veem o nosso dia-a-dia. O Romário Baró foi hoje aquilo que é como jogador. A definição de passe para o Pepê, e noutras ações positivas que teve no jogo. Sempre que estive aqui, quis começar a época com o Romário, porque acredito naquilo que é o seu potencial. Depois, cabe aos jogadores, se lhes é dada a oportunidade, aproveitar ou não", referiu o técnico, em conferência de imprensa depois do jogo com os minhotos.

O próximo jogo do FC Porto é já domingo diante do Casa Pia, para a 30.ª jornada da I Liga. Resta agora saber se Romário Baró fará a mala para seguir para Rio Maior ou ficará na Invicta à espera de nova oportunidade.

Leia Também: "Xico, ó Xico. Não me faças mais sofrer". As notas do FC Porto-Vitória SC

Leia Também: Bruno Alves declara apoio a Pinto da Costa: "Fez o FC Porto conquistador"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório