Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 26º

Nuno Lobo arrasa arbitragem do Estoril-FC Porto: "Campeonato da vergonha"

Candidato à presidência do FC Porto já tinha demonstrado a sua insatisfação aquando da nomeação de Antonio Nobre.

Nuno Lobo arrasa arbitragem do Estoril-FC Porto: "Campeonato da vergonha"
Notícias ao Minuto

07:27 - 31/03/24 por Notícias ao Minuto

Desporto I Liga

Instantes após o polémico encontro que marcou o regresso do FC Porto às derrotas, diante do Estoril (1-0), Nuno Lobo não tardou em recorrer às redes sociais, este sábado, para falar do "campeonato da vergonha" e até do "poder do centralismo" para criticar a arbitragem da equipa liderada por António Nobre.

"A cereja no topo do bolo após a Vergonha de ontem. Sabia que isto iria acontecer após a nomeação deste senhor, o seu trabalho limpo no jogo do Rio Ave e o de hoje é prova disso", começou por dizer o candidato à presidência dos dragões.

"Campeonato da Vergonha. O poder do Centralismo é a face podre, nojenta deste País", acrescentou de seguida, já depois de, durante a passada semana, ter dado conta da sua insatisfação quanto à nomeação de António Nobre. "O árbitro de má memória para o FC Porto, sempre com decisões polémicas a prejudicar o FC Porto", escreveu na altura.

De referir que, após o apito final, nenhum elemento do FC Porto surgiu na zona da flash-interview e foi Pinto da Costa quem falou na conferência de imprensa, em vez de Sérgio Conceição, para arrasar a arbitragem, seguindo-se também uma publicação de André Villas-Boas nas redes sociais - os outros dois candidatos às eleições do FC Porto, marcadas para o próximo dia 27 de abril.

Leia Também: Nuno Lobo 'arrasa' arbitragem do Benfica-Chaves: "Para que serve o VAR?"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório