Meteorologia

  • 16 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

"A minha filha é maluca pelo Benfica, só me pede para ouvir as músicas"

Jogador do Benfica deixou ainda elogios a Roger Schmidt.

"A minha filha é maluca pelo Benfica, só me pede para ouvir as músicas"
Notícias ao Minuto

17:54 - 19/02/24 por Notícias ao Minuto

Desporto João Mário

João Mário foi o mais recente convidado, esta segunda-feira, no podcast "1 para 1", de Pedro Pinto. O médio do Benfica assumiu que tem um papel de liderança dentro do balneários dos encarnados, concretizando essa posição antes dos jogos.

"Falo sempre, acho que é importante por ser dos mais velhos, por ter um papel importante na equipa - sou vice-capitão -, então todos os jogos, ao intervalo ou no início. Antes do aquecimento gosto sempre de dar uma palavra à equipa. É importante pelo cargo que tenho e pela experiência. E acho que é fundamental numa equipa existirem líderes", frisou o camisola 20 das águias, que deixou elogios a António Silva e João Neves.

"São os dois casos mais recentes, no caso do João [Neves] treinou uma vez connosco quando ainda estava nos sub-23 e chamou logo a atenção. Disse logo em casa, aos meus familiares que o Benfica tinha ali um grande jogador. Muita gente vem ter comigo e diz-me que eu falei logo naquele jogador. Sinto que tenho olho para a coisa. O António [Silva] foi progressivo. Foi treinando connosco e quando apareceu, aproveitou muito bem a oportunidade. Quando se tem esta qualidade, as mensagens são mais para a vida pessoal, dentro de campo podes corrigir uma coisa ou outra, mas já são experientes. Se têm 18 ou 19 anos e estão a treinar com uma equipa como o Benfica, significa que têm de ser acima da média. A exigência é tão alta que têm de estar muito preparados", atirou o antigo internacional português.

João Mário disse ainda estar rendido a Roger Schmidt, considerando que o alemão é "além de excelente treinador, é excelente pessoa".

"Para nós, é fundamental que tu tenhas um treinador com quem te identifiques, a nível de caráter  e personalidade. Acho que nunca tinha tido um treinador, e isso é reconhecido por todos, que para além de um excelente treinador, é excelente pessoa. No futebol, isso nem sempre é compatível e acho que é o melhor elogio que lhe posso fazer. Gostaria que a minha parte futebolística fosse tão boa como a parte humana. E ele tem essa faceta, que não é fácil", frisou, antes de falar do processo de adaptação de Roger Schmidt.

"Teve sempre a humildade de perguntar aos jogadores por aspetos do campeonato, certos jogos, como era em certos campos, para nós também foi uma surpresa que um treinador chegasse ao pé de nós e tivesse a perceção, que como ele não conhecia, como nunca tinha passado por isso, pedisse ajuda. Acho que isso demonstra a pessoa que ele é. Nunca um treinador me tinha perguntado e tenho a certeza que o conseguimos ajudar um pouco. Foi surpreendente vê-lo a perguntar", destacou.

Na mesma conversa, o futebolista de 30 anos revelou que a sua filha mais velha já é benfiquista.

"Sabe que o papá é jogador do Benfica, é maluca do Benfica, só me pede para ouvir músicas do Benfica. Acorda, vou levá-la à escola e no trajeto só quer ouvir músicas do Benfica, tem camisolas do Benfica… Quando estou com o fato de treino do Benfica identifica logo, quando vem ao estádio adora. Está com uma paixão grande pelo Benfica e é muito giro ver que acompanha. Muitas vezes vem ao estádio. É incrível", finalizou.

Leia Também: "Quando está presente, a pressão está toda em Cristiano Ronaldo"

Leia Também: "A mãe de João Neves viveu com muito orgulho as conquistas do filho"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório