Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
25º
MIN 13º MÁX 25º

A papel químico. Leão repete dose contra Sp. Braga e dá prova de vida

Sporting volta a golear minhotos e baralha contas da I Liga.

A papel químico. Leão repete dose contra Sp. Braga e dá prova de vida
Notícias ao Minuto

23:12 - 01/02/23 por Tiago Antunes

Desporto I Liga

O Sporting venceu o Sp. Braga nesta quarta-feira por 5-0, em jogo da 18.ª jornada da I Liga. Os leões deram a melhor resposta possível à derrota na final da Taça da Liga frente ao FC Porto, voltando a vencer os minhotos em casa.

Morita ficou em evidência ao apontar os primeiros dois golos do encontro. Aos nove minutos, concluiu um canto, aproveitando uma asneira de Al Musrati no arranque da segunda parte. Aos 62, Edwards marcou um dos golos da noite. Matheus Reis entrou e marcou o outro golaço, confirmando-se a goleada com penálti convertido por Pedro Gonçalves.

Com este resultado, o Sporting encurta distâncias para FC Porto e Sp. Braga na tabela, chegando aos 32 pontos. Já o Sp. Braga perde o segundo lugar da tabela por dois pontos e perde pela primeira vez na I Liga desde... 6 de novembro.

Filme do jogo

A casa não esteve cheia, nem lá perto, mas o jogo revelou ser do tamanho de um Clássico. O Sporting-Sp. Braga tinha importância relativa para os dois lados, isto porque nenhum queria perder, mas nenhum ficaria mais condicionado do que está na corrida pelos respetivos objetivos. O Sp. Braga continua com margem de manobra no segundo lugar e o Sporting, mesmo longe, ainda tem tempo para recuperar pontualmente.

O comando da partida pertenceu desde cedo aos leões. A jogar em casa, embalada pelo mote de Rúben Amorim, que pediu uma melhor segunda volta da I Liga, a equipa conseguiu reduzir o adversário, empurrando-o para o seu meio campo durante os primeiros minutos de jogo.

O golo era uma questão de tempo. Acabou por aparecer da mesma forma que apareceu no jogo da Taça da Liga: a partir de um canto. Nesse jogo, o golo foi de Gonçalo Inácio, desta vez foi de Morita. O nipónico teve reflexos para chegar primeiro à bola e abrir o marcador em Alvalade.

Morita usou o abre-latas, deixando a descoberto um Sporting que não se via desde a fase de grupos da Taça da Liga. Os leões foram dominantes nos primeiros 45 minutos, fizeram mais de 100 passes, acima do dobro dos passes do Sp. Braga, permitindo apenas dois remates aos minhotos. Na baliza de Matheus concentrou-se a carga de trabalhos, com oito remates que deram três oportunidades de golo, o mote ideal para o que viria a seguir.

Logo a abrir a segunda parte, Morita voltou a fazer das suas. Muito tem a agradecer a Al Musrati, que ficou 'às aranhas' no lance, mas tem mérito por ter ido ao lance. Nota ainda para a assistências de Chermiti, que deixou bons indicadores para Rúben Amorim, começando a criar concorrência para Paulinho.

Se a tarefa do Sp. Braga estava difícil, pior ficou quando Niakaté foi expulso. Já com um cartão amarelo, sofreu falta, protestou e acabou na rua. Artur Jorge não se expressou, mas terá ficado muito desagradado. Até ao final, Matheus Reis levantou de novo Alvalade com um golaço e Pedro Gonçalves, de grande penalidade, fechou o marcador. Curiosidade: Alvalade assobiou o avançado por não dar o golo a Ricardo Esgaio, tendo sido Chermiti o responsável por acalmar os ânimos.

Pela segunda vez em 2023, o Sp. Braga não teve capacidade para responder à força do Sporting em Alvalade, ficando prejudicado na tabela. Rúben Amorim não contou com qualquer reforço, mas a saída de Pedro Porro não prejudicou a equipa. Ricardo Esgaio acabou por dar uma bela resposta à má fase que foi alimentando, ainda que a titularidade, acredita-se, vá pertencer a Héctor Bellerín. Artur Jorge lançou Joe Mendes e Pizzi, os dois reforços que convocou para este jogo, o último a arrancar uma assobiadela monumental em Alvalade. As rivalidades não se esquecem...

Com este resultado, o Sp. Braga diz 'adeus' ao segundo lugar da I Liga. A grande fase dos minhotos teve um ponto final escrito a caneta verde, fase essa que se mantinha desde 6 de novembro de 2022. O Sporting tem motivos para sorrir. Tirou a papel químico o resultado que conseguiu na Taça da Liga e dá a sua palavra em campo. Rúben Amorim viu o plano resultado e viu ainda a equipa materializar as melhorias que diz ver no trabalho do leão. A luta na I Liga começa a aquecer no arranque da segunda volta.

Momento do jogo: O golo de Morita. Abriu o jogo ao Sporting, encostou o Sp. Braga e deixou os leões a jogar quase sozinhos durante toda a primeira parte.

Onzes iniciais

Sporting: Adán; Coates, Inácio, St Juste; Esgaio, Ugarte, Morita, Nuno Santos; Edwards, Pedro Gonçalves, Chermiti

Sp. Braga: Matheus; Gómez, Tormena, Niakité, Paulo Oliveira, Sequeira; Racic, Al Musrati; Medeiros, Banza, Abel Ruiz.

Antevisão

Sporting e Sp. Braga vão defrontar-se nesta quarta-feira, em jogo da 18.ª jornada da I Liga. Leões e minhotos procuram pontos para as respetivas lutas no campeonato.

Enquanto os leões tentam recuperar pontos na tabela para reaproximarem-se de FC Porto e Sp. Braga, os próprios minhotos olham para o líder Benfica. A equipa de Artur Jorge tem ainda os dragões a apertar o cerco, tendo pouca margem de erro em Alvalade, uma casa na qual já perdeu nesta época.

O Sporting-Sp. Braga tem apito inicial agendado para as 21h15 desta quarta-feira, no Estádio de Alvalade, e poderá acompanhar as incidências desta partida em direto no Desporto ao Minuto.

Leia Também: "Futuro de Rúben Amorim no Sporting depende do que quiser na carreira"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório