Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º

Portugal tenta reforçar bom histórico de presenças no Europeu de sub-17

A seleção portuguesa de futebol de sub-17 conta com dois triunfos no Campeonato da Europa da categoria, a disputar-se este ano em Israel, que se somam aos quatro troféus no formato antigo, para jogadores sub-16.

Portugal tenta reforçar bom histórico de presenças no Europeu de sub-17
Notícias ao Minuto

10:50 - 14/05/22 por Lusa

Desporto Seleção

Num regresso às edições anuais do torneio, depois de dois anos de interregno devido à pandemia de covid-19, Portugal tem como maiores feitos os dois troféus conquistados, que remontam a 2003 e 2016, aos quais se adicionam quatro triunfos em 1989, 1995, 1996 e 2000, quando a competição era ainda limitada a jovens atletas até aos 16 anos.

A equipa das 'quinas' superou a Espanha nas duas finais conquistadas: no Azerbaijão, em 2016, a vitória apareceu através das grandes penalidades (5-4), depois de 1-1 no tempo regulamentar, e, em 2003, Portugal venceu por 2-1, numa edição que organizou.

No triunfo mais recente, despontavam, entre outros, nomes como Diogo Dalot, Rafael Leão ou Diogo Costa, que são agora presenças regulares nos AA, enquanto, em 2003, os que mais se destacaram no futuro foram João Moutinho, Miguel Veloso e Vieirinha.

Antes, ainda na vertente de sub-16, também constam com esta prova no palmarés, por exemplo, futebolistas como Luís Figo (1989), Simão Sabrosa (1996), Ricardo Quaresma ou Raul Meireles (ambos em 2000), sendo que, na 'virada' do milénio, a prova também decorreu em solo israelita, existindo, desta forma, memórias favoráveis à seleção lusa.

Contabilizando as provas continentais de sub-16, que se realizaram entre 1982 e 2001, Portugal apenas é superado pela Espanha no número de troféus amealhados, com o país 'vizinho' a somar nove (1986, 1988, 1991, 1997, 1999, 2001, 2007, 2008 e 2017).

Os lusos foram finalistas vencidos em 1988, tendo terminado na terceira posição em 2004 e na quarta em 1990, 1992 e 1998. Em 2014, perderam nas 'meias', sendo que os encontros de atribuição dos terceiro e quarto lugares deixaram de se realizar em 2006.

Destaques da seleção AA nos últimos anos, Cristiano Ronaldo, Rui Patrício, João Mário, Rúben Dias, Rúben Neves e Renato Sanches também passaram por este torneio, assim como os ex-futebolistas Paulo Sousa, João Vieira Pinto, Jorge Costa e Fernando Meira.

Na última edição, em 2019, Portugal foi eliminado nos quartos de final (1-0) pela Itália - que foi finalista vencida, ao perder com os Países Baixos na final, por 4-2 -, depois de se qualificar no segundo lugar do grupo, com seis pontos, atrás da Hungria, com nove.

Agora, em Israel, os comandados do selecionador José Lima - que testou positivo ao coronavírus e vai falhar o início da competição, tendo sido substituído por Rui Bento -- terão como adversários, no grupo D, as congéneres da Escócia, Suécia e Dinamarca.

A estreia, diante dos escoceses, joga-se na terça-feira, seguindo-se a Suécia, na sexta-feira, e a Dinamarca a encerrar, em 23 de maio. Os 'quartos' jogam-se em 25 e 26 de maio, as meias-finais em 29 de maio e o jogo decisivo no dia 01 de junho, em Netanya.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório