Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 27º

"É difícil explicar o que está a faltar"

O treinador do Arouca admitiu ter "mudado alguma coisa na preparação do jogo" de sábado com o Tondela, da 27.ª jornada da I Liga de futebol, após a mudança no 'leme' dos 'beirões' com a chegada de Nuno Campos.

"É difícil explicar o que está a faltar"
Notícias ao Minuto

14:02 - 18/03/22 por Lusa

Desporto Armando Evangelista

"Quando acontecem mudanças técnicas algo há sempre algo que muda. Este Tondela vai ter muita coisa do que era do Pako [Ayestarán], mas a nível estratégico terá cunho do Nuno [Campos]. Em termos de preparação, tivemos a preocupação do que pode ser uma coisa e outra para não sermos apanhados desprevenidos. Fizemos análise a dois treinadores. O tempo de trabalho do Nuno resume-se a dois ou três treinos, por isso acreditamos que terá muito do Pako", perspetivou Armando Evangelista.

No seguimento à derrota perante o Paços de Ferreira (1-0), o Arouca suspende o marasmo 'caseiro' -- um ponto conquistado nos últimos cinco jogos -- e vai à procura de prolongar o bom registo fora de portas nesta segunda volta -- sete pontos em quatro partidas.

"Gostava de ter uma explicação concreta. Quando fazemos uma análise fria dos jogos realizados em casa é difícil compreender a ausência de pontos. Com o Moreirense (1-1) acabamos por ter domínio completo, fomos a equipa com maior posse de bola contra eles [no campeonato], tivemos várias oportunidades e sofremos golo num ressalto", explanou.

Na última jornada, diante dos 'castores', apesar de um domínio menor a equipa voltou "a sofrer [um golo] num ressalto", o que levou o técnico a lamentar que é "difícil explicar o que está a faltar", mas negou que seja uma questão de "pressão", porque essa é "inequívoca" e "existe sempre no futebol".

"A pressão existe sempre no futebol, nos treinadores, jogadores, dirigentes, em todo o clube. Está inerente a querer somar pontos para subir na tabela. O mais importante é conquistar pontos. Gostávamos de o fazer perante os nossos adeptos, mas se não conseguimos em casa temos de conquistar fora, esta segunda volta temos feito com algum sucesso. Vamos com todas as forças buscar [esses] pontos", sublinhou.

Ao mesmo tempo, recebeu a confirmação da ausência até ao final da época de Eboué Kouassi, o médio defensivo preponderante no meio-campo, que se junta ao lote de indisponíveis composto por Sema Velázquez, Fernando Castro e Yaw Moses.

"O Eboué está ausente até ao final da época. Era um elemento que nos ajudava muito, estava identificado com o que se pedia, estava a compreender, porque é uma posição muito complexa com e sem bola, mas temos outros. Não nos podemos lamentar do que não temos", vincou.

O Tondela, que soma 21 pontos e ocupa a 16.ª posição, lugar do 'play-off' para a manutenção na I Liga, recebe no sábado, pelas 15:30, o Arouca, que contabiliza mais um ponto e ocupa o 15.º lugar, em jogo da 27.ª jornada da I Liga.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório