Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Salah 'matou', Diogo Jota 'esfolou'. Manchester United humilhado em casa

Internacional português marcou e deu a marcar na goleada imposta pelo Liverpool em Old Trafford.

Salah 'matou', Diogo Jota 'esfolou'. Manchester United humilhado em casa

A nona jornada da Premier League terminou com uma autêntica 'bomba', uma vez que o Liverpool foi, ao final da tarde deste domingo, a Old Trafford humilhar o Manchester United, ao conquistar uma categórica vitória, por 5-0.

O resultado ficou praticamente resolvido antes do apito para o intervalo, uma vez que, no espaço de apenas 45 minutos, houve tempo para Naby Keita, Diogo Jota e Mohamed Salah fazerem o gosto ao pé (o último por duas vezes, tendo, numa delas, sido assistido pelo companheiro português).

Os jogadores dos red devils começaram, aos poucos, a 'ferver' com este resultado tão desnivelado, de tal maneira que, à beira do apito para o intervalo, Cristiano Ronaldo envolveu-se mesmo numa 'troca de galhardetes' com vários jogadores, entre eles Virgil van Dijk, e viu o cartão amarelo.

Já no segundo tempo, Mohamed Salah voltou a 'fazer estragos', completando o hat-trick, a passe de Jordan Henderson. Os homens da casa ainda tentaram reagir, e, aos 52 minutos, Cristiano Ronaldo colocou mesmo a bola na baliza, mas o lance foi anulado pelo VAR, por posição irregular.

Se a missão já era difícil, tornou-se impossível à passagem da hora de jogo, quando Paul Pogba viu o cartão vermelho direto, por falta sobre Naby Keita. Ole Gunnar Solskjaer tentou 'remediar' a situação, lançando Diogo Dalot e Edinson Cavani para o lugar de Bruno Fernandes e Marcus Rashford, mas não havia muito mais a fazer.

Com este triunfo, o Liverpool passou a somar 21 pontos, pelo que voltou a isolar-se na segunda posição do campeonato inglês, com menos um ponto do que o líder, o Chelsea (que goleou o Norwich City, por 7-0), e mais um do que o terceiro classificado, o Manchester City (que derrotou o Brighton, por 4-1).

Quando ao Manchester United, permanece com 14 pontos, o que o deixa no sétimo posto da tabela, em igualdade com Everton, Leicester City e Arsenal. É caso para dizer que Ole Gunnar Solskjaer tem razões de sobra para começar a ficar preocupado com a continuidade no comando técnico da equipa...

Leia Também: O golo de Diogo Jota no Manchester United-Liverpool

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório