Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 22º

Diakhaby quebra silêncio: "Chamou-me negro de m****. Isso é intolerável"

Jogador do Valencia pede que a La Liga tome medidas.

Notícias ao Minuto

11:32 - 06/04/21 por Notícias ao Minuto

Desporto Valência

Mouctar Diakhaby quebrou, esta terça-feira, o silêncio depois de ter abandonado o relvado no jogo entre Cádiz e Valencia (2-1), realizado no domingo. O jogador da equipa ché garante ter sido alvo de abuso racial e pede que a La Liga tome as medidas necessárias para que tal não se volte a repetir. 

"Quero falar sobre o que se passou em Cádiz no domingo. Depois destes dois dias estou tranquilo e quero falar. Há um lance em que um jogador me insultou. E as palavras são: "negro de m****". Isso é intolerável. Não posso tolerar isso e todos vocês viram a minha reação. Isto não pode acontecer na vida normal e muito menos no futebol, que é um desporto de respeito", começou por contar Diakhaby, prosseguindo.

"Depois disso, eu e os meus companheiros de equipa decidimos abandonar o campo. Um jogador deles perguntou se podíamos voltar SE O Cala pedisse desculpa. Nós dissemos que não, que as coisas não eram assim. Não se podem desculpar estas coisas. Hoje sinto-me bem, mas aquilo doeu-me muito. Espero que La Liga faça algo para que tudo seja esclarecido. Quero agradecer ao Valencia, aos meus companheiros, à equipa técnica e aos adeptos pela solidariedade, apoio e carinho", rematou o jogador do Valencia. 

Confira o vídeo. 

Leia Também: Valencia pede a La Liga investigação a alegados insultos racistas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório