Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 9º MÁX 16º

Edição

"A lealdade é algo difícil de encontrar nos dias que correm"

Médio alemão não foi inscrito por Arteta para disputar a Premier League. No melhor cenário, futebolista ex-Real Madrid poderá ser inscrito na janela de transferências de janeiro.

"A lealdade é algo difícil de encontrar nos dias que correm"

Mesut Ozil vive um momento desportivo conturbado. Após a chegada de Mikel Arteta ao comando técnico do Arsenal, o jogador, que até começou por ter algumas oportunidades, foi completamente riscado pelo seu treinador. 

Ciente das dificuldades que enfrenta, confessando ter sabido pela imprensa que não tinha sido inscrito para disputar a Premier League, o futebolista ex-Real Madrid assegura que os londrinos são o clube que ama e que tudo irá fazer para poder voltar a ser opção,

"Esta é uma mensagem difícil de escrever para os adeptos do Arsenal pelos quais joguei nos últimos anos. Estou muito decepcionado com o fato de não ter sido registado para a temporada da Premier League por enquanto. Ao assinar o meu novo contrato em 2018, prometi a minha lealdade e fidelidade ao clube que amo, o Arsenal, e entristece-me que isso não tenha sido correspondido. Como acabei de descobrir, é difícil encontrar lealdade hoje em dia. Sempre tentei manter a esperança, semana após semana, de que talvez houvesse uma chance de voltar à equipa em breve. É por isso que fiquei em silêncio até agora. Antes da pausa para o Coronavirus, eu estava muito feliz com o meu desenvolvimento sob o comando do nosso novo técnico Mikel Arteta - estivemos num caminho positivo e eu diria que minhas performances foram de um nível muito bom. Mas então as coisas mudaram, novamente, e eu não tive mais permissão para jogar futebol no Arsenal. O que mais eu posso dizer?", começou por referir

"Londres ainda me parece casa, ainda tenho muitos bons amigos nesta equipa, e ainda sinto uma forte ligação com os adeptos deste clube. Não importa o que aconteça, vou continuar a lutar pela minha oportunidade e não vou deixar a minha 8ª temporada no Arsenal terminar assim. Posso prometer que esta difícil decisão não mudará nada na minha mentalidade - vou continuar a treinar o melhor que posso e sempre que possível usar a minha voz contra a desumanidade e pela justiça", sentenciou o jogador.

Ver esta publicação no Instagram

This is a difficult message to write to the @Arsenal fans that I’ve played for over the past few years. I’m really deeply disappointed by the fact that I have not been registered for the @premierleague season for the time being. Upon signing my new contract in 2018, I pledged my loyalty and allegiance to the club that I love, Arsenal, and it saddens me that this has not been reciprocated. As I have just found out, loyalty is hard to come by nowadays. I've always tried to remain positive from week to week that there's maybe a chance to get back in the squad soon again. That's why I kept silent so far. Before the Coronavirus break I was really happy with the development under our new coach Mikel Arteta - we've been on a positive way and I would say my performances were on a really good level. But then things changed, again, and I was not longer allowed to play football for Arsenal. What else can I say? London still feels like home, I still have many good friends in this team, and I still feel a strong connection with the fans of this club. No matter what, I will keep fighting for my chance and not let my 8th season at Arsenal end like this.  I can promise you that this hard decision won't change anything in my mindset - I will continue to train as best as I can and wherever possible use my voice against inhumanity and for justice. #M1Ö #YaGunnersYa

Uma publicação partilhada por Mesut Özil (@m10_official) a 21 de Out, 2020 às 4:13 PDT

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório