Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Dragão de ataque irreconhecível é 'ameaça' no horizonte de Conceição

São várias as incógnitas de um FC Porto que tem três avançados em fim de contrato e dois 'desequilibradores' em alta rotação no mercado.

Dragão de ataque irreconhecível é 'ameaça' no horizonte de Conceição

O FC Porto inicia o arranque para a temporada 2020/21 a 24 de agosto, mas ainda com várias indefinições no plantel azul e branco, nomeadamente na vertente mais ofensiva. 

A condição física de Aboubakar, os contratos à beira do término de Soares e Marega, os problemas de Nakajima no final da temporada transata e os putativos negócios de Corona e Luis Diáz abrem portas a um dragão de ataque com rostos distintos para a época que se avizinha. 

Pelo caminho não nos podemos esquecer da poção da juventude e qual será o desfecho para pequenos 'dragõezinhos' como Fábio Silva, João Mário ou Madi Queta.

Uma tripla com números demolidores em final de contrato

Vincent AboubakarTiquinho Soares e Marega são três nomes que descartam qualquer tipo de apresentação no futebol português. Ganharam dentro das quatro linhas um espaço que os permitiu conquistar o estatuto de indiscutíveis titulares, condição essa que pode sofrer um revés na temporada 2020/21.

Este tridente entra para o último ano de contrato, ainda sem a certeza de terem o vínculo renovado, porém os números de Soares e Marega colocam-nos em vantagem perante os do camaronês.

Afinal, Soares, de 2016 (ano da chegada) até 2020, foi tornando a sua presença no onze mais assídua. Os 17 encontros contabilizados em 2016/17 contrastam, e muito, com os 48 (e recorde desde que chegou ao FC Porto) que registou na época agora findada. Porém, a veia goleadora de Tiquinho nem sempre esteve ao rubro e a média de golos por jogo retrata, e bem, essa situação: 0,39 golos/partida.

Um retrato semelhante ao de Marega que, apesar de ser um titular quase indiscutível para Sérgio Conceição (45 jogos realizados na temporada transata), apenas somou 15 golos, o que se traduz na pior média/jogo das últimas três épocas com a camisola azul e branca: 0,33 golos/partida.

Por sua vez, Aboubakar vem reduzindo o gás de temporada em temporada e muito por culpa das diferentes lesões que sofreu. Se a temporada 2017/18  o galvanizou para números dourados (26 golos em 46 encontros), nas duas anteriores somou apenas seis tentos em 20 partidas. 

Shoya Nakajima, uma caixa de problemas em 2019/20

O avançado japonês viajou na manhã de terça-feira para o Japão, onde vai passar as férias, na companhia da mulher e da filha.  Uma decisão contrária  à do compromisso estabelecido pela generalidade do plantel, que optou por passar férias em território português, face à pandemia que se combate à escala mundial.

Porém esta história já começou muito antes... Se logo no início da temporada, um duelo frente ao Portimonense conduziu a um ataque de fúria de Sérgio Conceição, após algumas decisões em campo do avançado de 25 anos, o pior viria a seguir.

No início de junho, o jogador recusou-se a treinar com o restante plantel portista, tendo invocado os problemas de saúde da mulher. “Não está no grupo, a direção está a tratar e tratará da melhor forma a ausência dele, não há mais nada a falar”, disse, na altura, o treinador azul e branco.

Numa intenção de fazer as 'pazes' e começar a nova temporada com o pé direito, a SAD portista convidou o nipónico para integrar a fotografia dos novos campeões nacionais, mas Nakajima decidiu não comparecer. Entre o afastamento e a reaproximação parece claro que o casamento entre jogador e clube está longe de ser pacífico e o divórcio, a médio/longo prazo, não está descartado.

Duas 'pérolas' latinas em alta rotação no mercado 

Luis Díaz e Jesús Corona são dois dos jogadores mais cobiçados do plantel azul e branco e, afinal, os números explicam o português. Juntos participaram em mais de 100 encontros na temporada transata, contabilizando em conjunto 18 golos, sendo que na I Liga El Tecatito contribuiu e de que maneira para os números ofensivos dos dragões, com 11 assistências.

O internacional mexicano está a ser bastante cobiçado em Espanha e nos últimos dias o radar espanhol tem-se intensificado, com Julen Lopetegui a fazer um 'forcing' na diretiva do Sevilla para contar com Corona na temporada 2020/21.

Por sua vez, Inter e Tottenham são alguns dos clubes que têm sido dados como interessados na contratação de Luis Díaz. No entanto, o FC Porto considera que o extremo é inegociável neste mercado de transferências. Ainda assim, Pinto da Costa já fez saber que está disposto a ouvir propostas pelo internacional colombiano que passem a barreira dos 80 milhões de euros, valor da cláusula de rescisão.

E quem pode entrar para colmatar possíveis saídas?

Na lista de alvos ofensivos dos dragões para o vigente mercado de verão aparecem Toni Martínez (Famalicão), Taremi e Nuno Santos (Rio Ave).

Aliás a dupla que atua no estádio dos Arcos, em Vila do Conde, pode muito bem seguir viagem para o Dragão nos próximos dias e o desejo azul e branco foi até patenteado nas palavras proferidas, nesta segunda-feira, pelo presidente do Rio Ave, António Silva Campos: "Há interesse do FC Porto e de outros clubes. O segredo é a alma do negócio e não quero adiantar muito sobre este assunto. Iremos com certeza analisar as melhores propostas que teremos em cima da mesa". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório