Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

"Não é em dois dias que se muda alguma coisa"

Funchal, Madeira, 28 nov (Lusa) -- Petit quer uma equipa do Marítimo à sua imagem, com o propósito de inverter o ciclo negativo na I Liga portuguesa de futebol, disse hoje o novo treinador do clube madeirense, durante a apresentação oficial.

"Não é em dois dias que se muda alguma coisa"
Notícias ao Minuto

14:31 - 28/11/18 por Lusa

Desporto Petit

"Acredito que estes jogadores têm qualidade e, com um modelo de jogo bem definido, tentarei tirar proveito, mas também há que ter garra, intensidade e reação à perda da bola. É nisso que vamos trabalhar, porque quero o Marítimo à minha imagem. Vai demorar o seu tempo, mas, no futebol, não há tempo, mas sim resultados", referiu Petit.

O treinador disse que é uma pessoa "de trabalho" e "muito exigente", características que espera poderem contribuir para um resultado positivo na estreia, marcada para sábado, com a receção ao Vitória de Setúbal (15:30), jogo da 11.ª jornada da I Liga, na qual ocupa o 13.º lugar.

"Trabalho dia-a-dia para, depois, chegar aos jogos e lutar pelos três pontos. É assim a minha forma de trabalhar e esse pensamento tem de estar sempre presente na equipa. Não é em dois dias que se muda alguma coisa, mas tem de ser o mais rápido possível e conquistar já a primeira vitória no sábado", afirmou.

O técnico, de 42 anos, chegou hoje à Madeira, pouco depois das 08:00, e seguiu para o complexo do Marítimo, em Santo António, onde chegou perto das 09:00, acompanhado do adjunto Filipe Anunciação e de Deco, o seu representante.

A apresentação contou com a presença do presidente Carlos Pereira, que revelou que o 'namoro' com o antigo médio internacional português, que passou por clubes como Benfica, Boavista e os alemães do Colónia, começou no domingo à noite e resultou em 'casamento' na segunda-feira, para suceder a Cláudio Braga.

"Vi no Petit todas as qualidades que o clube precisa de um treinador para dar vitalidade a uma equipa e tentar fazer aquilo que é a obrigação: trabalhar", salientou o dirigente.

Para Carlos Pereira, o Marítimo precisa de um ciclo positivo para sair da série de dez jogos sem vencer e cinco derrotas consecutivas, defendendo que, para essa "renovação", Petit é o homem ideal.

"O percurso do Petit, quer como jogador, quer como treinador, encaixou-se perfeitamente no perfil do treinador que pretendíamos nesta altura", garantiu.

O projeto Marítimo é "diferente" dos anteriores clubes que Petit orientou e o presidente maritimista acredita que, juntamente com Filipe Anunciação, há "experiência mais do que suficiente" para dar resultado, graças também a um plantel "com qualidade", que nem poderá ser necessário alterar na reabertura do mercado, em janeiro.

Petit, que vai orientar o primeiro treino já hoje, em Machico, às 16:00 horas, disse também ser uma pessoa "de trabalho" e "muito exigente", esperando poder iniciar uma série de bons resultados frente aos setubalenses.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório