Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Companhia Nacional de Bailado. Cinco criações e Balanchine no Natal

Cinco novas criações, na maioria de coreógrafos portugueses, como Filipe Portugal e Miguel Ramalho, e um programa de Natal que inclui o "Concerto Barocco" de George Balanchine, integram a nova temporada da Companhia Nacional de Bailado (CNB) até dezembro.

Companhia Nacional de Bailado. Cinco criações e Balanchine no Natal
Notícias ao Minuto

12:00 - 28/09/20 por Lusa

Cultura Companhia Nacional de Bailado

Definida sob os constrangimentos da pandemia, a nova temporada, com direção artística de Sofia Campos, foi gerida para os próximos três meses, marcando o regresso da CNB ao palco do Teatro Camões, em Lisboa, com o programa 'Primeira Vez', a partir de 15 de outubro.

Este programa de abertura da temporada - que estará também em Faro, em novembro - inclui as novas criações dos coreógrafos portugueses Marco da Silva Ferreira ('Corpos de Baile') e Filipe Portugal ('Teu corpo meu eco'), entre uma estética neoclássica e outra contemporânea, com influência das danças urbanas.

Marco da Silva Ferreira, interprete profissional desde 2008, dançou para Andréì Mesquita, Hofesh Shechter, Sylvia Rijmer, Tiago Guedes, Victor Hugo Pontes, Paulo Ribeiro, entre outros, e como coreógrafo, estreou-se em 2012 com 'Nevoeiro 21', no contexto dos Palcos Instáveis.

Filipe Portugal foi solista na CNB, deixou a companhia e integrou o Ballet de Zurich como bailarino principal, onde atualmente dança sob a direção de Christian Spuck.

Ainda em outubro, será a vez do regresso do 'Planeta Dança - Uma história da dança em capítulos', dedicado ao público infanto-juvenil e famílias, com uma nova criação de Sónia Baptista - que tem trabalhado em diversos projetos pedagógicos - dedicada à história desta linguagem universal e a memória do corpo.

Enquanto o 'Primeiro Capítulo' do projeto estará em palco a 17 e 18 de outubro no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, a nova criação, 'Segundo Capítulo', estará a partir de 24 de outubro no Teatro Camões, em Lisboa, repetindo a 7 e 8 de novembro.

A temporada apresenta ainda, a 20, 21 e 22 de novembro, o programa 'Trabalhos de Casa', com novas criações de Xavier Carmo/Henriett Ventura ('Algo_Ritmo'), Paul E. Visser (o documentário 'Bow'), e Miguel Ramalho ('Symphony of Sorrows').

Estes foram os primeiros espetáculos apresentados pela CNB ainda em julho, de jovens coreógrafos da companhia, após o período de confinamento, estreados no âmbito do Festival ao Largo, em Lisboa, que agora estarão no palco do Teatro Camões, com o documentário 'Bow' em estreia absoluta, filmado pelo realizador Paul Visser, que acompanhou o regresso da CNB ao trabalho, numa nova realidade da pandemia, seguindo os bailarinos dentro e fora do teatro.

Para o período do Natal, a companhia nacional irá apresentar em várias datas, entre 04 e 20 de dezembro, no Teatro Camões, o programa "Noite Branca", com duas novas coreografias, e um clássico de George Balanchine, 'Concerto Barocco'.

O programa irá depois para o Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, a 29 e 30 de dezembro.

Neste programa em que "os atos brancos" são o centro do espetáculo, Luís Marrafa, coreógrafo português sediado em Bruxelas, apresenta, em estreia absoluta, a sua primeira coreografia para a CNB, 'Snow', enquanto Yannick Bouquin foi convidado a coreografar uma nova peça, 'Shostakovitch pas de deux', onde se sublinham a fantasia e o engenho balético.

'Concerto Barocco' (1941), obra emblemática na história da companhia, apresentada há 36 anos pela CNB, volta a ser dançada no seu estilo abstrato, desenvolvido a partir da partitura musical de Johann Sebastian Bach.

A CNB vai continuar ainda com o Programa de Aproximação à Dança, que desenvolve projetos paralelos à programação, fará três novos episódios de 'Outras Danças' - coleção digital lançada em 2018 que reúne diferentes séries com testemunhos sobre obras apresentadas pela companhia, criadores e intérpretes - também prosseguirá as visitas guiadas ao Teatro Camões, e as aulas públicas de dança clássica.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório