Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2019
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 27º

Edição

Primeira Pedra marca conferência e exposição para 2020 em Lisboa

Uma conferência e uma exposição retrospetiva de 50 peças e 37 projetos criados no âmbito do programa Primeira Pedra vão decorrer em junho de 2020, em Lisboa, para assinalar os quatro anos de existência da iniciativa, anunciou a organização.

Primeira Pedra marca conferência e exposição para 2020 em Lisboa
Notícias ao Minuto

16:30 - 24/08/19 por Lusa

Cultura Lisboa

De acordo com a associação cultural Experimentadesign, o evento, que envolve a conferência e a exposição, decorrerá a partir de 27 de junho de 2020, com as peças e projetos a serem apresentados nos espaços interiores e exteriores do Museu dos Coches, em Lisboa.

Este programa, iniciado em 2016, envolveu 33 designers, arquitetos e artistas de todo o mundo, e, alguns deles, com outros convidados, irão participar na conferência sobre todos os temas abordados pelo programa.

O Primeira Pedra é um programa internacional desenvolvido pela Experimentadesign, cofinanciado pela União Europeia e enquadrado no Portugal 2020, que explora o potencial da pedra portuguesa associando a indústria ao design através do desenvolvimento de utilizações inovadoras desta matéria-prima.

Ao longo dos últimos quatro anos, o programa tem desenvolvido projetos de investigação e desenvolvimento centrados nas características específicas da pedra portuguesa, recorda a Experimentadesign, em comunicado.

O programa tem trabalhado "em grande proximidade com a indústria nacional de extração e transformação deste material, convidando alguns dos nomes mais consagrados das áreas do design, da arquitetura e, mais recentemente, da arte, a imergir no fascinante universo da pedra portuguesa", acrescenta.

O objetivo do programa foi que os convidados criassem novas obras recorrendo a este recurso natural, "explorando abordagens pouco convencionais e salientando a sua intemporalidade".

Entre 2016 e 2017, anos que correspondem à primeira parte do programa, foram realizados três projetos -- 'Resistance', 'Still Motion' e 'Common Sense' -- que se materializaram na criação de 26 obras em pedra portuguesa, e na organização de exposições em Veneza, Milão, Weil am Rhein, São Paulo, Londres e Nova Iorque.

A segunda fase do programa deu origem ao projeto 'Mint Street', em Londres, e à exposição 'Expanded', em Veneza, às quais se somarão ainda uma intervenção em Nova Iorque, outra em Paris, e a exposição retrospetiva em Lisboa, no Museu Nacional dos Coches.

Em Veneza, continua patente a exposição 'Expanded', que inaugurou paralelamente à 58.ª Exposição Internacional de Arte da Bienal de Veneza, encontrando-se patente nos jardins da Fondazione Giorgio Cini até 24 de novembro deste ano.

Esta exposição apresenta obras originais de Carsten Höller, Julião Sarmento e Marina Abramovic, realizadas em pedra portuguesa e desenhadas especificamente para o espaço público.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório