Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2019
Tempo
28º
MIN 25º MÁX 30º

Edição

"Saudosistas" do Meco felizes com regresso do SBSR a Sesimbra

O festival Super Bock Super Rock (SBSR) voltou ao Meco, em Sesimbra, e os "saudosistas" desta localização não podiam estar mais felizes por regressar ao ambiente em contacto com a natureza.

"Saudosistas" do Meco felizes com regresso do SBSR a Sesimbra
Notícias ao Minuto

18:32 - 18/07/19 por Lusa

Cultura SBSR

"Este regresso é ótimo, muito melhor que há dois anos, no Parque das Nações [em Lisboa]. Prefiro mil vezes este espaço, é mais agradável, o ambiente é mais de SBSR", afirmou à agência Lusa a participante no festival Ana.

Depois de três edições em Lisboa, o SBSR voltou à Herdade do Cabeço da Flauta, no Meco, em Sesimbra (Setúbal) para comemorar 25 anos, um esforço feito pela organização porque cada vez que anunciavam uma nova data "apareciam sempre os saudosistas do Meco", referiu Luís Montez, da promotora Música no Coração.

"O verão é praia, é contacto com natureza e os amigos e o campismo é um momento próprio para os amigos se encontrarem e conviverem durante muito tempo, estarem juntos, brincarem uns com os outros e levarem recordações", afirmou o organizador.

Para que os festivaleiros "nunca mais se esqueçam" do SBSR, a organização melhorou os acessos e o estacionamento, que passou a situar-se onde antes era o palco principal e vice-versa, além de existir um tapete de vegetação que diminui as poeiras.

"Este espaço é mais tradicional do que em Lisboa. O SBSR é um festival tipicamente de campo", frisou Francisco Cabrita, que quer ver Lana Del Rey e Dino D'Santiago.

Já Sofia não vinha a este festival há 11 anos, altura em que se realizava no Parque Tejo, em Lisboa, mas também apontou que "está extremamente melhor", destacando o maior espaço na restauração, a melhor organização e o estacionamento.

Hoje o calor faz-se sentir perto dos 30 graus e, junto ao palco principal, Rui Serra afirmou que "preferia o Parque das Nações", porque no atual recinto "faltam sombras".

Pelo contrário, a mobilidade não se está a tornar um constrangimento e todas as pessoas com quem a Lusa falou destacaram a facilidade de estacionamento e a possibilidade de utilizar transportes públicos.

Pelas 17:30 eram já milhares as pessoas dentro do recinto e o calor não demovia quem quer ganhar brindes, formando-se várias filas em frente aos 'stands' onde é possível ganhar, por exemplo, uma maquilhagem festivaleira.

Lana Del Rey, a cabeça de cartaz deste dia, é sem dúvida a artista que mais motivou hoje a vinda ao SBSR, mas The 1975, Cat Power ou o português Dino D'Santiago também foram bastante mencionados pelas pessoas ouvidas pela Lusa.

Na visão de Luís Montez, Dino D'Santiago e Branko "vão fazer uma noite memorável", assim como a "mítica" Lana Del Rey, mas tem a perceção que os The 1975 vão ser "os próximos nomes de estádios de futebol".

Naquele que é o primeiro dia de festival, Luís Montez não garantiu que a próxima edição se realize no Meco. No entanto, adiantou que espera que o investimento feito em eletricidade e esgotos "se amortize ao longo dos anos".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório