Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Viseu com mercado do livro, biblioteca ao ar livre e outra itinerante

O regresso do 'BiblioBus', um mercado do livro e a reativação da biblioteca livre no Rossio marcam a programação de 2019 da Biblioteca Municipal Dom Miguel da Silva, em Viseu, anunciou hoje o vereador da Cultura.

Viseu com mercado do livro, biblioteca ao ar livre e outra itinerante
Notícias ao Minuto

18:00 - 21/03/19 por Lusa

Cultura Autarquia

"A biblioteca é um equipamento, é um acervo, é um conjunto de recursos, mas é também uma instituição que vive dentro e fora de portas e a reativação da biblioteca no jardim Tomás Ribeiro reveste-se, sobretudo, de um grande caráter simbólico", defendeu Jorge Sobrado.

Na apresentação da programação para este ano das atividades da Biblioteca Municipal Dom Miguel da Silva, o vereador da Cultura anunciou que a 23 de abril, Dia Mundial do Livro, a biblioteca vai ser reativada como um "sinal de reconciliação da leitura com aquilo que é a história da leitura na cidade" de Viseu.

"Sabemos que este jardim [Tomás Ribeiro, no Rossio] não foi apenas um espaço de estar, mas era também um espaço de leitura nos bancos. E fazendo uso das estantes que estão lá criadas, será reativada a biblioteca no modelo de 'bookcrossing', que será o primeiro reconhecido em Viseu", adiantou.

Neste sentido, Jorge Sobrado contou que a biblioteca municipal irá "dispor de meia centena de exemplares, privilegiando autores portugueses e de Viseu", com o objetivo de "estimular a troca" de livros entre os visitantes.

Também de regresso, embora com um interregno bem menor, estará a biblioteca itinerante, o BiblioBus, que "encostou em 2017 e voltará agora a rodar, em julho e setembro de 2019, na cidade e, principalmente, nas seis freguesias mais periféricas do concelho e nas de menor densidade".

Jorge Sobrado disse ainda que está, juntamente com o presidente de Câmara, presente na apresentação da programação, a "trabalhar para conseguir uma viatura nova" para "circular e disponibilizar livros, principalmente na altura das férias".

Outro regresso marcado para Viseu é a de um mercado do livro, "não uma feira como a cidade realizou e organizou durante muitos anos" e que "a determinada altura reconheceu que essa feira do livro já não correspondia às expectativas da comunidade e do público, quer do ponto de vista das editoras, quer de preço vantajoso para o leitor".

A última feira do livro de Viseu realizou-se em 2014 e, este ano, a autarquia e a biblioteca municipal promovem "o primeiro mercado do livro de Viseu, que irá apresentar, não umas centenas, mas mais de um milhar de títulos de uma centena de editoras, com descontos que vão dos 20% aos 70%, além dos chamados livros em 'preço oportunidade'".

A programação para 2019 conta com outras iniciativas, como uma "grande exposição sobre João Ferreira de Almeida", um mangualdense que ficou conhecido por ser o autor da primeira tradução para português da Bíblia judaica/cristã a partir do hebraico e do grego.

Da agenda constam ainda outras exposições e atividades, principalmente nas férias escolares da Páscoa, Verão e Natal, a participação no concurso nacional de leitura, o concurso de escrita criativa inter-prisões, dando continuidade ao trabalho que a biblioteca municipal faz no estabelecimento de Viseu. Será também lançada a plataforma das bibliotecas escolares.

Jorge Sobrado anunciou igualmente que a partir de hoje "toda a programação detalhada está disponível na página da internet".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório