Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º
Imobiliário Construção Sintra. Abertas candidaturas para a ...

Sintra. Abertas candidaturas para a reabilitação de prédios urbanos

A Câmara de Sintra aprovou o quarto aviso para abertura de candidaturas ao Programa ReaViva 2022, com uma dotação de 300 mil euros e comparticipação até 30 mil euros por candidatura.

Sintra. Abertas candidaturas para a reabilitação de prédios urbanos

A Câmara Municipal de Sintra anunciou hoje que já abriu as novas candidaturas para a reabilitação de prédios urbanos, em Áreas de Reabilitação Urbana do concelho (ARU). Segundo avança nota enviada às redações, no final de 2021, a autarquia aprovou o quarto aviso para abertura de candidaturas ao Programa ReaViva 2022, com uma dotação de 300 mil euros e comparticipação até 30 mil euros por candidatura.

"Com o ReaVIVA estamos a aplicar um modelo de gestão e de intervenção no território. Na nossa visão esta é uma metodologia que promove e valoriza as ações levadas a cabo pelos cidadãos para a regeneração e revitalização das áreas consideradas prioritárias, no que concerne à reabilitação de edificado”, enfatiza o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta.

As candidaturas aprovadas totalizam um investimento de 1 milhão e 253 mil euros, sendo que a Câmara comparticipa com 408 mil euros, lê-se no documento. De realçar que o programa ReaViva Sintra tem por objetivo conceder apoio financeiro, a fundo perdido, destinado à execução de obras de reabilitação de prédios urbanos integrados em ARU.

"O Programa ReaVIVA já aprovou um total de 38 candidaturas, das quais 20 têm a obra concluída, 12 têm contrato de celebrado e seis estão a aguardar celebração do contrato, traduzindo-se num investimento total de 408 mil euros por parte da autarquia", sublinha o autarca.

Faz ainda notar o mesmo documento que as obras a realizar devem incidir na conservação, alteração, manutenção e restauro, de partes comuns e exteriores de prédios urbanos.

Leia Também: Habitação. Amadora assina acordo de 67 milhões de euros com IHRU

Campo obrigatório