Meteorologia

  • 20 MAIO 2022
Tempo
31º
MIN 17º MÁX 34º
Imobiliário Habitação Preço das casas para arrendar caiu 4...

Preço das casas para arrendar caiu 4,2% no último ano, revela plataforma

No final deste mês de novembro, arrendar casa em Portugal tinha um custo médio de 10,7 euros por m2, segundo o índice de preços do idealista.

Preço das casas para arrendar caiu 4,2% no último ano, revela plataforma

O preço das casas para arrendar em Portugal desceu 4,2% num ano, considerando os dados de novembro de 2021 e do mesmo mês do ano passado. Já em relação à variação trimestral, a queda foi de 1,6%. De acordo com o índice de preços do idealista, enviado em comunicado para às redações, no final deste mês de novembro, arrendar casa tinha um custo médio de 10,7 euros por m2.

Durante o último ano, os preços das casas, no mercado de arrendamento, caíram na Região Autónoma dos Açores (6,1%), na Área Metropolitana de Lisboa (4,2%) e no Norte (0,7%). Por outro lado, foi no Alentejo onde se assistiu uma maior subida (17,8%), seguida pelo Algarve (6,2%), Região Autónoma da Madeira (4,8%) e Centro (3,9%), lê-se no documento. 

No entanto, a Área Metropolitana de Lisboa, com 12,4 euros por m2, continua a ser a região mais cara, seguida pelo Algarve (9,8 euros por m2), Norte (9,1 euros por m2) e Região Autónoma da Madeira (8,3 euros por m2). Em sentido inverso, encontram-se a Região Autónoma dos Açores (6,1 euros por m2), o Centro (6,4 euros por m2) e o Alentejo (7,3 euros por m2), como as regiões mais baratas, indica o marketplace imobiliário de Portugal.

Dos distritos analisados, as descidas de preços tiveram lugar em Viseu (10,3%), Lisboa (3,9%), Ilha de São Miguel (2,9%) e Aveiro (0,3%). Já do outro lado da tabela, subiram em Viana do Castelo (15,5%) e Leiria (11,8%). Seguem-se Évora (8,8%), Faro (6,2%), Ilha da Madeira (4,9%), Santarém (4,9%), Setúbal (4,2%), Coimbra (3,3%) e Braga (1,7%). No Porto, o preço do arrendamento manteve-se inalterado (0,1%), divulgam os mesmos dados. 

Faz ainda sobressair o mesmo índice que o ranking dos distritos mais caros para arrendar casa é liderado por Lisboa (12,7 euros por m2), seguida por Faro (9,8 euros por m2), Porto (9,8 euros por m2), Setúbal (8,8 euros por m2), Ilha da Madeira (8,3 euros por m2), Évora (7,6 euros por m2) e Coimbra (6,8 euros por m2). Por sua vez, os preços mais económicos encontram-se em Vila Real (4,7 euros por m2), Viseu (4,7 euros por m2), Santarém (5,1 euros por m2) e Castelo Branco (5,8 euros por m2).

No que concerne às capitais por distrito, o preço de arrendamento durante os últimos doze meses desceu apenas em Lisboa, arrendar casa na capital é agora 2,8% mais barato. Por outro lado, os preços aumentaram em Viana do Castelo (17,1%), Faro (12,5%), Leiria (9,7%), Funchal (8,3%) e Setúbal (4,2%). Seguem-se Braga (4,1%), Viseu (4%), Coimbra (3,9%) e Aveiro (2%). No Porto, os preços mantiveram-se praticamente estáveis (0,2%).

Por fim, o marketplace imobiliário de Portugal faz ainda sobressair que Lisboa continua a ser a cidade onde é mais caro arrendar casa (13,4 euros por m2). Porto (10,6 euros por m2) e Faro (9 euros por m2) ocupam o segundo e terceiro lugares, respetivamente. Já as cidades mais económicas são Viseu (5,1 euros por m2), Leiria (5,9 euros por m2) e Viana do Castelo (6 euros por m2).

Leia Também: Publicar anúncios de casas para arrendar? Novas regras a partir de hoje

Campo obrigatório