Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2021
Tempo
25º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Imobiliário Escritórios Paris. Contratação de espaços de esc...

Paris. Contratação de espaços de escritórios subiu 14% no 1.º semestre

Nos primeiros seis meses de 2021, foram contratados 765.600 metros quadrados de espaços de escritórios na capital francesa. Ainda assim, estes resultados continuam abaixo dos níveis registados no período pré-pandemia.

Paris. Contratação de espaços de escritórios subiu 14% no 1.º semestre

A contratação de espaço de escritórios em Paris aumentou 14% no primeiro semestre de 2021. Segundo revelam os dados da consultora imobiliária internacional CBRE, a que o jornal Ejeprime teve acesso, foram contratados cerca de 765.600 metros quadrados, na primeira metade do ano. Ainda assim, estes resultados continuam abaixo dos níveis registados no período pré-pandemia.

De acordo com os mesmos dados, as grandes empresas, que procuram espaços com mais de 5.000 metros quadrados, estão de regresso ao mercado com um total de 23 transações no primeiro semestre.

No entanto, estas operações situam-se exclusivamente ao segmento de 5.000 a 10.000 metros quadrados, o que limitou o volume de contratação. Nesse sentido, estes ocupantes estão agora a selecionar unidades menores e mais adequadas ao trabalho híbrido, escreve o jornal espanhol, citando a consultora imobiliária.

Contudo, a melhoria não se traduziu numa diminuição do desemprego, que continua a ser "historicamente elevada." No conjunto da cidade existem atualmente 4 milhões de metros quadrados desocupados, o que coloca a taxa de disponibilidade em 19%. Já nas zonas mais centrais de Paris ronda os 5%.

Por referência à renda média na região da grande Paris, esta mantém-se estável nos 329 euros por metro quadrado por ano, embora a pressão descendente se mantenha para edifícios de menor qualidade e os mais afastados das zonas com maior procura. Ainda assim, os incentivos aos inquilinos aumentaram desde o início da pandemia.

Desse modo, a CBRE estima que será necessário esperar até ao segundo semestre deste ano para ver se o mercado de escritórios de Paris estabiliza. "A ocupação de escritórios deve ser reduzida entre 14% e 18% em média durante um período de cinco a oito anos", sustenta a consultora.

Leia Também: Atenção, empresas: Saiba como manter a relevância do escritório físico

Campo obrigatório