Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Imobiliário Habitação Portugal é o sétimo país da zona eur...

Portugal é o sétimo país da zona euro onde é mais difícil comprar casa

"Os portugueses precisam, em média, cerca de 12 anos para pagar a totalidade de uma casa de 100 metros quadrados", revela a Comissão Europeia. "Este é o sétimo valor mais elevado entre os 19 países da zona euro", reforça a instituição.

Portugal é o sétimo país da zona euro onde é mais difícil comprar casa

Portugal é o sétimo país da zona euro onde é mais difícil comprar casa. A Comissão Europeia estima que sejam precisos cerca de 12 anos para pagar a totalidade de uma casa no país, avançou esta quinta-feira o Jornal de Negócios (conteúdo de acesso pago). "Os portugueses precisam, em média, de cerca de 12 anos para pagar a totalidade de uma casa de 100 metros quadrados", começa por revelar a Comissão Europeia. Sendo que "este é o sétimo valor mais elevado entre os 19 países da zona euro", reforça a instituição.

Segundo o mesmo documento, a encabeçar o topo da tabela onde é mais difícil comprar casa está Luxemburgo, sendo precisos perto de 16 anos, para que se consiga comprar uma casa.

Estas conclusões surgem do estudo 'Mercados da Habitação da Zona Euro: Tendências, Desafios e Respostas de Política Pública', realizado pela Comissão Europeia, a que o jornal teve acesso.

De acordo com a análise, “no período de 2000 a 2007, Portugal esteve no grupo de países onde a evolução dos preços das casas foi negativa, uma tendência que se acentuou durante 2008 e 2013”.

Contudo, entre 2014 e o final de 2020, “o preço real da habitação (no país) subiu mais de 60%, uma taxa ultrapassada somente pela Irlanda e pelo Luxemburgo”, escreve o jornal, citando a instituição.

Recorde-se que no primeiro trimestre deste ano, assistiu a um aumento de 0,5% na compra e venda de casas em Portugal, depois de se ter observado queda de cerca de 5,3% em transações habitacionais, em 2020, de acordo com os dados da Eurostat.

Segundo os mesmos dados, no ano passado, Portugal esteve em quarto lugar do ranking onde a compra de habitação caiu. Contudo, no arranque de 2021, o país conseguiu inverter a tendência e registou um crescimento nas transações de casas. Ainda assim, foi a subida mais baixa da União Europeia (UE). 

Leia Também: Lidl e RE/MAX lançam concurso para oferecer oito casas aos portugueses

Campo obrigatório