Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Imobiliário Habitação Onde há mais e menos casas, como apa...

Onde há mais e menos casas, como apartamentos ou moradias, no país?

Em 2020, totalizaram-se cerca de 323.970 alojamentos familiares clássicos em Lisboa, sendo este o município com mais habitações no país. A registar menos, está a ilha do Corvo, com 195 mil imóveis destinados à habitação.

Onde há mais e menos casas, como apartamentos ou moradias, no país?

No ano passado, Lisboa foi o município que registou o maior número de casas no país. De acordo com os dados da PORTDATA, a capital portuguesa totalizou cerca de 323.970 alojamentos familiares clássicos em 2020. Ainda assim, este número reflete um aumento de apenas de 10 mil habitações, num espaço de 19 anos. Sendo que entre 2019 e 2020, observou-se uma subida de somente 161 casas.

Segundo os mesmos dados, em 2001, Lisboa registava aproximadamente 313.939 casas no país. Já em 2019, verificou-se o registo de 323.809 casas na capital portuguesa. Isto significa que, durante o período desde 2001 a 2020, foram somadas só mais 10 mil alojamentos na capital portuguesa.

Já em sentido inverso, o município que anotou menos imóveis destinados à habitação, foi a ilha do Corvo com 195 mil casas, divulga a base de estatística.

Lisboa é o município com mais casas no país

A capital portuguesa registou, no ano passado, cerca de 323.970 alojamentos familiares clássicos. Seguida por Sintra com 184.266 casas e Vila Nova de Gaia com 144.965.

Ainda a pertencer ao 'top 10' de onde há mais casas, como apartamentos ou moradias, em Portugal, surge em quarto lugar a cidade do Porto com 139.934 casas. De seguida, vem Cascais com 110.190 habitações e Almada em sexto lugar do ranking com 102.570 habitações.

De acordo com a PORDATA, em 7.º da tabela está o município de Loures com 100.725 de habitações, depois em 8.º está a Amadora (88.727 casas), segue-se Braga em nono lugar (88.266 habitações) e a fechar a lista dos dez municípios onde há mais casas no país, está Oeiras com 86.701 de alojamentos familiares clássicos.

Em sentido inverso, a ilha do Corvo é o município a registar menos casas no país, no ano passado. Em 2020, este município dos Açores anotou cerca de 195 mil casas, segundo a base de estatística.

A constar nos últimos três lugares da tabela, ou seja, onde há menos casas em Portugal, estão os municípios de Lajes das Flores com 1.019 casas e Santa Cruz das Flores 1.167 habitações.

Leia Também: Oeiras: Quarteirão do Largo da Boavista dispõe de nove casas para jovens

Campo obrigatório