Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Imobiliário Habitação Esta casa é de palha. Viveria numa?...

Esta casa é de palha. Viveria numa?

Casas de palha apresentam-se como uma opção habitacional mais ecológica, resistente ao fogo e com menor consumo de energia para o proprietário.

Casas de Palha

Notícias ao Minuto

10:22 - 30/03/21 por Ana Rita Soares 

Casa Casas de palha

O setor residencial tem-se destacado como um modelo construtivo para atingir a sustentabilidade e eficiência energética. Neste contexto, surgem as casas de palha, que se apresentam como uma opção habitacional mais ecológica, resistente ao fogo e com menor consumo de energia para o proprietário.

Dentro desse segmento o Idealista encontrou empresas como a Meta 2020 ou a Ecodome, ambas de Espanha, que se dedicam ao projeto e assessoria desse tipo de habitação.

Mais económico, mas precisa mão de obra especializada

Por um lado, “dizemos sempre que o preço de uma casa de palha pode ser semelhante ao de uma construção convencional. Embora os materiais sejam mais baratos, é necessária mão de obra especializada ou orientada por técnicos treinados em Bioconstrução”, sustenta Javier Sanz, cofundador da Meta 2020 Arquitetos, ao Idealista.

Por outro lado, Eduard Canals, CEO da Ecodome, considera que “os m2 de uma casa tradicional situada num terreno típico podem chegar a 1.200 euros, sendo que com os fardos de palha este valor pode ser reduzido para 900 euros/m2”.

Mas quais são as vantagens das casas de palha?

A prioridade é alta eficiência energética. Estamos a falar de construções respiráveis ​​que, bem executadas e em combinação com outras estratégias bioclimáticas, dificilmente precisam de aquecimento”, afirma Sanz.

“Estamos a conseguir cerca de 45 cm de massa isolante que quase nenhum tipo de construção consegue a um preço económico, ótima resistência a terramotos e com uma estética tão bonita no interior da propriedade”, diz Canals.

Esta forma de construção permite habitações sem limitações de espaço ou design. Sublinhe-se que os tempos de construção são geralmente mais curtos do que os da construção tradicional.

Até agora, as casas de palha em Espanha estão limitadas a áreas rurais ou de campo, mas o objetivo é transferir este método para áreas urbanas e até poder construir casas em altura como já acontece nos outros países europeus.

Como se constrói uma casa de palha

A Ecopaja Green Building explicou ao Idealista todas as fases de construção de uma casa de palha, sendo que “trabalhamos com programas 3D que nos permitem obter uma qualidade de projeto precisa e resolver todos os tipos de detalhes construtivos. Ao mesmo tempo, permite ao proprietário ter uma representação digital do seu edifício, para poder ver o desenho da sua construção o mais real possível”, afirma a empresa. A próxima etapa é traduzir esses planos no número de módulos que serão necessários para construir a casa.

Mas o que são esses blocos e de que são feitos?

Os módulos EcoPaja constituem um sistema construtivo de grande formato para a construção a partir da madeira maciça como elemento estrutural e da palha de trigo compactada como elemento isolante, com propriedades especialmente térmicas, acústicas e bioclimáticas. Note que a palha não contém nutrientes no caule não sendo propício à formação de fungos e bactérias.

Leia Também: Poupe até 147 euros anuais na energia tornando a sua casa mais 'verde'

Campo obrigatório