Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
28º
MIN 19º MÁX 28º

"Somos um caso de estudo". Segredos do sucesso de PiscaPisca.pt revelados

Entrevistámos Paulo Figueiredo, diretor da plataforma online de compra e venda de veículos, PiscaPisca.pt.

"Somos um caso de estudo". Segredos do sucesso de PiscaPisca.pt revelados

O PiscaPisca.pt foi lançado no mesmo dia em que o primeiro caso de Covid-19 foi confirmado em Portugal. A 2 de março de 2020, esta plataforma de compra e venda de automóveis usados lançou-se no mercado sem qualquer medo do que o futuro poderia reservar quando a ameaça de um confinamento já pairava no ar.

Onde muitos viam e sentiam dificuldades, Paulo Figueiredo, diretor do PiscaPisca.pt, viu uma oportunidade de negócio. Há pouco mais de dois anos a ajudar os portugueses na compra e na venda de automóveis, a plataforma estabeleceu-se no mercado e é já uma das referências no setor. Qual o segredo? Foi o que tentámos procurar junto do grande impulsionador do projeto.

Numa entrevista exclusiva ao Auto ao Minuto, Paulo Figueiredo explicou a importância da campanha de lançamento que levou a "níveis de notoriedade espontânea acima dos 60% num curtíssimo espaço de tempo".

Além disso, para o diretor da plataforma online "credibilidade, segurança e orientação" foram elementos chave e diferenciadores que, desde o primeiro dia, quiseram adotar. As cores do projeto, segundo Paulo Figueiredo também foram fundamentais para "desconstruir a imagem antiquada de um mercado maioritariamente masculino".

Fique com a entrevista na íntegra.

 A notoriedade que atingimos em apenas sete semanas foi acima mesmo das nossas melhores expectativas. A Covid-19 chegou a Portugal e no mesmo exato dia foi lançado o portal PiscaPisca.pt. Considera que este foi um risco acrescido ou, por outro lado, uma oportunidade ainda maior?

Foi claramente uma oportunidade. Nunca pensámos adiar ou desistir porque também tínhamos a missão de, neste mercado constituído maioritariamente de pequenas e médias empresas, sermos uma ferramenta essencial para as apoiar num período que não sabíamos quanto tempo iria durar ou que impacto iria ter. Por isso, era muito importante que as empresas soubessem desde logo que o PiscaPisca.pt é um parceiro que trabalha com elas, sejam quais forem as circunstâncias.

Quando o país entrou em lockdown, outro desafio chegou: manter uma equipa de 40 programadores em homeoffice sem a infraestrutura necessária e continuar a desenvolver a plataforma. Colocámos em ação um plano ambicioso para em duas semanas os nossos colaboradores terem condições de trabalhar com computadores especiais e velocidade de Internet adequada. Conseguimos, com muitas aventuras pelo meio, mas fizemos acontecer e resultou muito bem. 

O PiscaPisca.pt ultrapassou largamente as nossas expectativas, em particular no contexto de pandemia. Em apenas 11 meses conseguimos igualar o líder de mercado da última década no número de carros disponíveis na plataforma e estabelecemos parceria com mais de 2.000 profissionais do setor – o que reflete este sucesso. Além disso, a nossa campanha de lançamento foi um sucesso e uma referência no ano de 2020. Atingimos níveis de notoriedade espontânea acima dos 60% num curtíssimo espaço de tempo, o que em si é um case study.

Fizemos um estudo de cores e a nossa cromática – o rosa fúcsia e o azul eletrizante – demonstrou que queremos falar com todos os tipos de consumidoresNa sua opinião, a estratégia comunicacional foi o principal segredo para o mediatismo repentino do PiscaPisca?

Sim, mas não só. Para o sucesso do PiscaPisca.pt, foi grande o contributo da campanha de lançamento, focada num spot televisivo muito alegre e colorido, ao som do principal êxito da cantora popular Ruth Marlene, “Pisca Pisca”, que colocou de imediato as famílias portuguesas a entoar a canção. A campanha foi fabulosa e criou 'awareness'. A notoriedade que atingimos em apenas sete semanas foi acima mesmo das nossas melhores expectativas. 

Mas tão ou mais importante, é o facto de termos uma plataforma adequada a responder a todos os perfis. Um dos exemplos de inovação é o nosso quiz. É muito útil e acessível a qualquer tipo de condutor.

Procura aquela máquina pela sensação de conduzir ou o carro certo para as viagens do dia-a-dia? Faz muitos quilómetros ou é dos aventureiros que percorre Portugal de lés a lés? Viaja sozinho ou um lugar a mais dava muito jeito? Estas são algumas das perguntas que o PiscaPisca.pt faz através de um questionário personalizado, que promete ajudar a encontrar o carro ideal para todos os condutores, independentemente do seu nível de experiência ou estilo de vida.

Arrisco-me a afirmar que a campanha publicitária com a Ruth Marlene ficou na retina e no ouvido de grande parte do público. Como é que surgiu a ideia de adaptar a conhecida música ao vosso projeto?

Quando vai trocar de faixa, ou escolher outra direção, a primeira coisa que faz é ligar o pisca do carro, não é? O nome PiscaPisca foi criado com esta mesma intenção, ou seja, provocar a mudança no setor automóvel. A equipa trabalhou para desconstruir a imagem antiquada de um mercado maioritariamente masculino, sério – mais do que o necessário – e monopolista. Apostámos na inovação das cores, no modo de comunicar e abandonámos uma linguagem técnica, o que acabou por atrair público.

Fizemos um estudo de cores e a nossa cromática – o rosa fúcsia e o azul eletrizante – demonstrou que queremos falar com todos os tipos de consumidores, de ambos os géneros e com todos os estilos. Queríamos desde o início ser uma marca irreverente, que trouxesse uma lufada de ar fresco ao mercado. 

‘Quem Pisca Pisca, não arrisca’. Foi este o vosso slogan inicial, que pretendia claramente demonstrar que esta era uma marca de confiança. De que forma é que garantem ao cliente que está a fazer uma compra segura perante um carro que já é usado?

A nossa assinatura “Quem Pisca Pisca não arrisca” pretende exatamente dar resposta ao eixo fundamental da confiança no processo de compra. Por um lado, todos os carros existentes na plataforma são carregados pela matrícula ou VIN, garantindo a veracidade de todos os elementos técnicos do veículo e fotografias. Por outro, através da cerificação da rede parceiros, como intermediários de crédito pelo Banco de Portugal e associados da APDCA – Associação Portuguesa do Comércio Automóvel – que certifica as boas práticas dos seus associados. Este conjunto de fatores foi reforçado por projetos adicionais nesta área, como por exemplo, o lançamento do programa de certificação de veículos usados, assim como, a parceria estabelecida com a DECO Proteste. 

 Estamos a desenvolver um conjunto de ferramentas e serviços para compradores e vendedores, que permite facilitar toda a jornada de pesquisa e compra de veículos usadosSendo uma plataforma de compra e venda de carros, que já não era novidade no mercado, o que é que o PiscaPisca.pt traz de novo a compradores e também a vendedores?

Credibilidade, segurança e orientação. Sabemos bem que a decisão de comprar um carro é sempre um desafio. É um investimento que a pessoa faz em algo que vai ser essencial para o seu dia a dia. Foi por essa razão que criámos ferramentas que asseguram a veracidade das informações dos veículos, ou seja, se o carro existe, se os dados técnicos estão corretos, se o stand é validado e se existe a garantia de que a informação é real e de confiança. Certificamos os vendedores e os carros, para que a transparência seja total.

Foi a pensar na qualidade e na transparência, características que fazem a diferença neste mercado, que o PiscaPisca.pt assinou um acordo com a Deco Proteste para servir de apoio a quem compra e destacando as obrigações de quem vende. É o único portal em Portugal que possui esta parceria.

Para os profissionais, ou seja, para quem quer vender, desenvolvemos também um conjunto de dados e ferramentas únicas, acessíveis no backoffice da plataforma que permitem aceder a todas as informações relevantes para a gestão da atividade comercial e portfolio dos veículos. 

Em janeiro, com menos de dois anos de atuação, o PiscaPisca.pt conquistou o Prémio Cinco Estrelas na categoria de melhor plataforma de classificados de automóveis de Portugal, eleito pelo voto do público. É um reconhecimento da parte dos consumidores que nos orgulha.

Notícias ao Minuto
Cristina Ferreira, António Félix da Costa ou Nuno Agonia. Qual o critério quando é escolhida uma personalidade para vosso embaixador?

A missão principal dos nossos embaixadores tem por base a divulgação da marca e dos seus valores. Através das ações desenvolvidas com cada embaixador, a marca pretende impactar, um determinado segmento, desde os fãs de carros, aos fãs de tecnologia, mais digitais, até a um publico mais transversal e abrangente. 

Que novidades estão a preparar para o futuro?

O crescimento do digital como canal preferencial de pesquisa e contacto é uma realidade que veio para ficar, assim como o reforço da relevância da segurança, confiança e acompanhamento durante todo o processo de venda. A venda de veículos usados continuará a crescer sendo expectável que os veículos híbridos e elétricos continuem a aumentar.

Nesse sentido, estamos a desenvolver um conjunto de ferramentas e serviços para compradores e vendedores, que permite facilitar toda a jornada de pesquisa e compra de veículos usados. Além de conteúdos informativos disponibilizados no piscapiscanews.pt, iremos criar um verdadeiro ecossistema de mobilidade integrada. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório