Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

"Liberdade de expressão". Musk opõe-se à interdição do TikTok nos EUA

Elon Musk manifestou-se na sexta-feira contra a proibição do TikTok nos EUA em nome da "liberdade de expressão", enquanto os políticos norte-americanos se preparam para votar a legislação neste fim de semana que pode levar ao fim daquela popular plataforma.

"Liberdade de expressão". Musk opõe-se à interdição do TikTok nos EUA
Notícias ao Minuto

06:24 - 20/04/24 por Lusa

Tech TikTok

"Na minha opinião, o TikTok não deve ser proibido nos Estados Unidos, mesmo que tal proibição possa beneficiar a plataforma X", disse ele nesta rede social, o antigo Twitter), que comprou no final de 2022.

"Seria contra a liberdade de expressão e de expressão. Não é isso que a América representa", acrescentou o proprietário e patrão da Tesla, SpaceX, X e outras empresas.

O TikTok há anos que está na mira das autoridades norte-americanas, com muitos funcionários a afirmarem que a plataforma de vídeos curtos e divertidos permite a Pequim espiar e manipular os seus utilizadores nos Estados Unidos.

No sábado, a Câmara dos Representantes dos EUA vai votar um importante plano de ajuda à Ucrânia, Israel e Taiwan, que também inclui legislação sobre a rede social.

Se entrar em vigor, a lei obrigará a ByteDance, a empresa-mãe chinesa do TikTok, a vender a aplicação no prazo de alguns meses, sob pena de ser excluída das lojas de aplicações da Apple e da Google nos Estados Unidos.

A medida foi acrescentada ao plano de ajuda na esperança de facilitar a sua passagem pelas duas câmaras do Congresso, depois de um texto semelhante adotado pelos deputados em meados de março ter permanecido no limbo parlamentar.

"É lamentável que a Câmara dos Representantes esteja a usar o pretexto de uma importante ajuda externa e humanitária para, mais uma vez, aprovar uma proposta de proibição que violaria o direito à liberdade de expressão de 170 milhões de norte-americanos", disse um porta-voz do TikTok na quinta-feira.

Nos comentários à mensagem de hoje de Elon Musk, os utilizadores da rede social X expressaram o seu receio de que a proibição do TikTok criasse um precedente que pudesse ser usado contra outras redes sociais.

Isto porque a lei contra a plataforma da ByteDance também daria ao Presidente dos EUA o poder de designar outras aplicações como ameaças à segurança nacional se forem controladas por um país considerado hostil aos Estados Unidos.

Leia Também: Milei e Musk anunciam "grande evento" na Argentina

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório