Meteorologia

  • 08 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 12º

Dois anos depois, Trump vai poder voltar ao Facebook e ao Instagram

O antigo presidente dos EUA foi suspenso das redes sociais após a invasão ao Capitólio norte-americano, em janeiro de 2021.

Dois anos depois, Trump vai poder voltar ao Facebook e ao Instagram
Notícias ao Minuto

22:29 - 25/01/23 por Notícias ao Minuto

Tech Redes Sociais

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, vai poder voltar a ter contas ativas nas redes sociais Facebook e Instagram, do grupo Meta. Isto após, no ano passado, o Twitter ter também 'recebido de volta' Trump.

Já lá vão dois anos desde a sua suspensão, na sequência da invasão ao Capitólio dos Estados Unidos. "Nas próximas semanas" Trump poderá voltar a essas redes sociais, anunciou a Meta.

O presidente para os negócios globais da Meta, Nick Clegg, disse que o público "deveria poder ouvir o que os políticos andam a dizer".

"A suspensão foi uma decisão extraordinária tomada em circunstâncias extraordinárias. O estado normal das coisas é que o público possa ouvir um ex-presidente dos Estados Unidos e um candidato declarado a esse cargo novamente nas nossas plataformas. Agora que o período da suspensão já passou, a questão não é se optamos por restabelecer as contas do Sr. Trump, mas se ainda existem tais circunstâncias extraordinárias que justificam estender a suspensão além do período original de dois anos", continuou Clegg.

O alto cargo do Twitter disse saber que "qualquer decisão" que tome sobre esta questão "será duramente criticada", e que "pessoas razoáveis discordarão sobre se é a decisão certa". Mas "uma decisão tinha que ser tomada, então tentamos tomá-la da melhor maneira possível de forma consistente com os nossos valores e o processo que estabelecemos em resposta à orientação do Conselho Fiscal", assegurou.

De volta, mas sem piar

No ano passado, e principalmente após Elon Musk ter tomado as rédeas da rede social, o Twitter recebeu de volta o ex-presidente norte-americano, suspendido pelas mesmas razões que levaram a Meta a afastá-lo em janeiro de 2021. Ainda assim, e apesar de ter elogiado Musk, Trump decidiu continuar na rede social Truth Social, que o mesmo criou após a suspensão do Twitter.

A conta voltou a ficar ativa após uma sondagem feita por Elon Musk na rede social, em que a maioria dos utilizadores que votaram (51,8%) preferiu que o ex-presidente voltasse. Trump ainda não voltou, no entanto, a 'tweetar', e a BBC tentou perceber a razão do desaparecimento. De acordo com a publicação britânica, a principal razão é o dinheiro. "A razão mais provável é, muito provavelmente, o dinheiro", explicou Josh Tucker, um professor na Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos (EUA).

Após levar uma nega do Twitter - ainda longe, na altura, de ser propriedade de Elon Musk -, Trump criou a sua rede social, a Truth Social. Segundo explica a BBC, a empresa privada que detém a Truth Social - Trump Media & Technology Group (TMTG) - anunciou que se queria fundir com uma empresa cotada em bolsa, a Digital World Acquisition Corp (DWAC). Esta última é conhecida como sendo uma companhia de Special Purpose Acquisition Company (Spac), que são utilizadas para acelerar o processo, muitas vezes lento, de uma empresa privada se tornar pública - conseguindo assim que tenha cotação na bolsa.

Este negócio não está, no entanto, completo, mas o dinheiro não para de chegar à DWAC. De acordo com um especialista em Spac, quando estiver fechado, este negócio de Donald Trump valerá entre 3 a 4 mil milhões de euros. "Trump ganharia a maior parte. Cerca de 70% a 80%", explicou Michael Ohlrogge. A correr bem, será, segundo os analistas, um dos negócios mais bem sucedidos do ex-governante dos EUA.

Leia Também: Trump posa em foto ao lado de ex-chefe da máfia de Filadélfia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório