Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

EUA. Microsoft e Amazon vão ajudar trabalhadoras que queiram abortar

As duas gigantes tecnológicas admitem cobrir os custos de deslocação e de cuidados médicos.

EUA. Microsoft e Amazon vão ajudar trabalhadoras que queiram abortar

A possibilidade de o Supremo Tribunal dos EUA reverter a proteção jurídica ao aborto (o que abriria a porta à sua proibição em vários estados) está a levar várias empresas a pronunciarem-se sobre o assunto, com a Microsoft e a Amazon a admitirem cobrir as despesas das trabalhadoras que queiram interromper a gravidez e tenham de se deslocar para outros estados.

Basicamente, caso os juízes do Supremo Tribunal dos EUA decidam avançar com a reversão da atual lei, estarão a dar o poder de decisão aos diferentes estados, o que significa que a interrupção da gravidez poderá ser proibida em várias zonas dos EUA.

No sentido de facilitar, diz a Reuters que as duas gigantes tecnológicas admitem cobrir os custos de deslocação e de assistência médicas das trabalhadoras que se vejam impedidas de abortar no seu próprio estado.

Leia Também: Penalização de médicos por abortos? "Tantas coisas erradas nesta ideia"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório